domingo, 30 de setembro de 2012

DOMINGO EM PAZ!!!






BOA NOITE MEUS QUERIDOS!!!

ESPERO QUE O FINAL DE SEMANA DE TODOS VOCÊS POSSA TER SIDO EM PAZ COMO O MEU...

GRAÇAS A DEUS ESTE FIM DE SEMANA NÃO TEVE NENHUMA DISCUSSÃO, MEU FAMILIAR ADICTO FICOU UM POUCO ANSIOSO ONTEM, MAS EM NENHUM MOMENTO FOI GROSSO COMIGO OU COM MINHA FILHA, E PROCUROU FAZER DE TUDO PARA SE DISTRAIR E ACABAR COM A ANSIEDADE.
ENFIM, ESTE FIM DE SEMANA FOI ABENÇOADO, FAZIA MUITO TEMPO QUE NÃO PASSAVA POR DIAS ASSIM...

MINHA FILHOTA HOJE FOI PASSEAR NA CASA DE UMA AMIGA, COISA QUE ELA NÃO FAZIA ANTES, POIS TODOS FINS DE SEMANAS ERAM VERDADEIROS PESADELOS PARA NÓS!! 
AGRADEÇO A DEUS PELOS MOMENTOS DE PAZ E TAMBÉM PELAS ORAÇÕES DE TODOS AMIGOS DO BLOG...

VOU VER SE ESTA SEMANA CONVENÇO ELE A PARTICIPAR DO N.A.
TENHO CERTEZA QUE VAI AJUDA-LO MUITO NESTA CAMINHADA.
ELE TEM ME AJUDADO MUITO AQUI EM CASA, PRINCIPALMENTE COM MEU PAI.
TODOS OS DIAS TEM COZINHADO PARA NÓS, E CONFESSO QUE TEM SIDO MUITO BOM, A COMIDA DELE É UMA DELICIA...

ESPERO QUE DEUS POSSA CONTINUAR NOS AJUDANDO NESTA ETERNA CAMINHADA!!

MUITO OBRIGADO A TODOS VOCÊS PELA FORÇA E PELO CARINHO, TENHO APRENDIDO MUITO COM TODOS VOCÊS, E TENHO CERTEZA QUE FOI DEUS QUEM COLOCOU CADA UM DE VOCÊS EM MEU CAMINHO PARA ME FORTALECER NESTA LUTA!!

MUITA PAZ, SERENIDADE E UMA SEMANA ABENÇOADA PARA TODOS VOCÊS!

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

SOLTAR-SE PARA A VIDA!!



BOA TARDE MINHAS MEUS QUERIDOS, AQUI EM CASA TUDO EM PAZ GRAÇAS A DEUS, MARIDÃO ESTA LIMPO A 5 DIAS... FRIOZINHO BOM PARA FICAR EM CASA VENDO TV E COMENDO PIPOCA COM A FAMÍLIA...

DESEJO QUE A PAZ E A SERENIDADE POSSA ESTAR EM TODOS OS LARES E QUE TODOS POSSAM DESFRUTAR DE MOMENTOS DE PAZ...

SOLTAR-SE PARA VIDA...


É preciso aprender que nada é definitivo em nossa vida...
As pessoas passam por nossa vida e nos marcam... Às vezes permanecem e outras não...
É preciso saber que nada é por acaso... Aqueles que vieram tinham algo a resgatar ou a acrescentar a nós...
Saber dizer adeus aos relacionamentos que muitas vezes estão gastos é ter a coragem de perceber que o Criador age em nós fazendo o que deve ser...
Aceite isso e viva mais leve e desapegado...
Ocupe-se em fazer na vida, aquilo que só depende de você... Preocupar-se com aquilo que depende dos outros é estar ocupando seu tempo com o que não pode ser controlado... Confie e solte o mundo... Assim sua vida ficará mais leve e seu fardo menos pesado...
As pessoas que passam por sua vida são o reflexo de você... Elas nunca te abandonam é você que se afasta de si, abandonando seu querer... Então não consegue estar inteira parecendo que te falta algo... Isso que te falta, é apenas um pouco de você..

O amor verdadeiro não se apega...

Solta para que o Ser amado possa ser feliz conforme escolher...
Pode de início parecer doloroso... Mas mais doloroso é segurar a pessoa que quer ir...
Não nascemos pra nos grudar em nada e em ninguém... A liberdade é do ser humano...
Sempre que aprendemos a soltar tudo, a vida vai nos levar onde devemos estar...
Felicidade não é uma coisa que se conquista, ela vive dentro e foge quando vamos buscar fora...
Feliz daquele que consegue apagar os acontecimentos do ontem ao anoitecer, sabendo que as raias de um novo dia, podem iluminar sua mente, trazendo a você uma nova consciência que o colocarão em contato, com novas possibilidades pra viver...






quinta-feira, 27 de setembro de 2012

BOA SEXTA FEIRA A TODOS!!!!


Transite com calma
entre as preocupações e a pressa
e não se recuse à paz do silêncio.
Mostre-se sereno e calmo á sua verdade
e escute a dos outros,
mesmo a dos pobres de espírito;
eles também têm o que dizer.
Evite os barulhentos e os agressivos;
eles constrangem o espírito.
Comparando-se com os outros,
evite a vaidade e a mágoa
porque sempre haverá gente
abaixo e acima de você.
Goze as suas vitórias
como os seus projetos.
Não despreze a sua carreira,
por mais humilde que seja;
ela será um bem nas incertezas do amanhã.
Seja fiel a si mesmo.
Acima de tudo, nunca finja afeição.
Aceite de bom grado as ponderações da idade;
não se apegue aos bens da juventude.
Exercite a fortaleza de ânimo
para se garantir nos desastres súbitos.
Adote uma disciplina saudável,
mas não se esgote por ela.
Você é filho do universo
como as árvores e as estrelas
e tem o direito de estar aqui.


Esteja, pois, em paz com Deus, com o seu Deus;
e sejam quais forem as suas lutas e os seus ideais,
viva em paz com sua alma, mesmo no fragor das batalhas.
Malgrado as imposturas e as decepções,
o mundo ainda é belo.
Tenha cuidado.


Procure ser feliz”.


Que essa mensagem de serenidade penetre em seu coração
e que seu coração seja terra fértil para produzir frutos bons
que permaneçam por todos os dias de sua vida!

Que a sua vida seja a melhor forma
de transmitir esta mensagem. Acredite que a serenidade é um caminho para a felicidade,
Sobretudo no interior do seu coração.
Faça a experiência da serenidade!
Para tanto peço a Deus que o ajude com seu
espírito de amor.

INFORMAÇÕES SOBRE A IBOGAÍNA!!!

BOM DIA A TODOS!!
GRAÇAS A DEUS AQUI EM CASA SEGUE TUDO EM PAZ ,E HOJE FAZ 4 DIAS QUE MEU MARIDO ESTA LIMPO!!! AGRADEÇO A DEUS POR CADA SEGUNDO DE PAZ.
QUERIDAS AMIGAS E LEITORES DO BLOG,QUERIA MUITO QUE VOCÊS PUDESSEM ME ESCLARECER ALGUMAS DUVIDAS SOBRE A IBOGAÍNA.
CONFESSO QUE NUNCA TINHA OUVIDO FALAR SOBRE ISTO ATÉ ESTA SEMANA.
ANDEI PESQUISANDO NA INTERNET E PELO QUE VI ELA TEM OBTIDO GRANDE SUCESSO NA RECUPERAÇÃO DE DEPENDENTES QUÍMICOS, E NO CASO DO CRACK TEM OBTIDO SUCESSO COM ATE 80% DE CHANCES DE RECUPERAÇÃO,ENQUANTO OS OUTROS MÉTODOS OBTÉM 5% DE CHANCES DE RECUPERAÇÃO!!!
CONFESSO QUE NEM DORMI ESTA NOITE PESQUISANDO SOBRE O ASSUNTO.
MINHAS QUERIDAS AMIGAS E AMIGOS ,ALGUÉM DE VOCÊS TEM ALGUMA INFORMAÇÃO SOBRE A IBOGAÍNA???
CONHECEM ALGUÉM QUE JÁ FEZ O TRATAMENTO COM ELA??
SERA QUE TRAZ ALGUM DANO A SAÚDE ??? E O CUSTO VOCÊS PODERIAM ME INFORMAR QUANTO FICA O TRATAMENTO???
E ONDE NO BRASIL POSSO ENCONTRAR UMA CLINICA QUE FAÇA ESTE TRATAMENTO???
FIQUEI NA DÚVIDA PORQUE SE REALMENTE FOSSE TÃO BOA NO COMBATE AS DROGAS A MAIORIA DAS PESSOAS JÁ ESTARIAM UTILIZANDO ESTE MÉTODO.
MAS TAMBÉM VI TANTOS RELATOS E DEPOIMENTOS DE PESSOAS QUE FIZERAM O TRATAMENTO E ESTÃO TOTALMENTE CURADAS...ESTOU MUITO CONFUSA...
OBRIGADA A TODOS ,UM ÓTIMO DIA E MUITA PAZ E SERENIDADE A TODAS VOCÊS!  BEIJOS

terça-feira, 25 de setembro de 2012

SURPRESA!!!

BOM DIA MEUS AMORES!
GRAÇAS A DEUS EM CASA PERMANECE TUDO EM PAZ. MEU PAI ESTÁ MAIS CALMO, E MEU FAMILIAR AINDA SE RECUPERANDO DA ÚLTIMA RECAÍDA...
AGRADEÇO A DEUS POR CADA SEGUNDO DE PAZ QUE MINHA FAMÍLIA VIVENCIA. FICO FELIZ POR ELE ESTAR AQUI...
ESTAVA AQUI ME RECORDANDO, QUE EM UMA DESTAS ÚLTIMAS RECAÍDAS DE MEU FAMILIAR, EU COMETI A INSANIDADE DE DEIXAR ELE SAIR COM NOSSO CARRO APENAS PARA IR RAPIDAMENTE ATÉ O CENTRO DA CIDADE.
NÃO COSTUMO DEIXAR ELE SAIR COM O CARRO PELO FATO DELE NÃO ESTAR EM RECUPERAÇÃO.
MAS NÃO SEI O QUE ME DEU NESTE DIA QUE ACABEI PERMITINDO...
E COMO ERA DE SE ESPERAR, ELE NÃO VOLTOU... E LÁ SE FORAM MAIS TRÊS DIAS SE DROGANDO PELAS RUAS...TRÊS DIAS NA ANGÚSTIA PELA FALTA DE NOTÍCIAS.
QUANDO ELE CHEGOU, SE RECUPEROU RÁPIDO DESTA VEZ, POIS O FATO DELE ESTAR COM O CARRO, NÃO PERMITIU QUE ELE FICASSE ANDANDO A PÉ NA BUSCA PELAS DROGAS COMO NAS OUTRAS RECAÍDAS. DEVE SER MUITO EXAUSTIVO VIVER NESSE CICLO DESTRUTIVO. TANTO PRA ELE, QUANTO PARA NÓS.
FOMOS TRABALHAR NO DIA SEGUINTE, E NO CAMINHO DA VOLTA PARA CASA, ELE ENTROU EM UM BAIRRO QUE TEM MUITAS BIQUEIRAS...
ME PREOCUPEI, E DE REPENTE ELE PAROU O CARRO EM UMA VIELINHA DAQUELAS TÍPICAS, QUE NÃO PRECISA NEM SE FALAR... PARECE QUE ESTÁ ESCRITO:  ''VENDE -SE DROGAS''
FIQUEI PENSANDO: "SERÁ QUE ELE FICOU LOUCO DE ME TRAZER NESTE LUGAR??"...
"SERÁ QUE ELE PRETENDE COMPRAR DROGAS NA MINHA FRENTE?"...
MIL PERGUNTAS SE PASSARAM NA MINHA CABEÇA EM QUESTÃO DE SEGUNDOS.
ATÉ QUE ROMPI O SILÊNCIO E DISSE:
- VOCÊ ESTÁ LOUCO? O QUE ESTA FAZENDO AQUI? PORQUE ESTACIONOU O CARRO NESTE LUGAR?
ESTA ME ACHANDO COM CARA DE IDIOTA? EU SEI QUE AQUI É UMA BIQUEIRA...QUERO IR EMBORA AGORA.
O QUE DEU EM VOCÊ?? TRABALHOU O DIA TODO, PARECIA ESTAR TÃO BEM... NÃO ESTOU TE ENTENDENDO.
ELE, EM CONTRAPARTIDA, TODO ANSIOSO, QUERIA DESCER DO CARRO DE QUALQUER MANEIRA. E ME JUROU DE PÉ JUNTO QUE NÃO QUERIA USAR DROGAS.
MAS DISSE TAMBEM QUE NÃO PODERIA ME FALAR O PORQUE ESTAVA ALI NAQUELE MOMENTO.
COMO ASSIM NÃO PODE FALAR? QUESTIONEI...
SE FOSSE COISA BOA ELE NÃO IRIA ESCONDER DE MIM.
EU QUERO IR EMBORA AGORA!!! NÃO QUERO NEM SABER... EU DISSE.
ELE DEU MEIA VOLTA COM O CARRO E FOMOS EMBORA NO MESMO MOMENTO. 
ELE, TODO EMBURRADO. 
FICOU HORAS SEM FALAR COMIGO. MAS EU FIQUEI COM A PULGA ATRÁS DA ORELHA!
FIQUEI NA CABEÇA DELE ATÉ QUE ELE ME CONTASSE O PORQUE TINHA PARADO NAQUELE LUGAR.
POR ELE TINHA ACABADO DE TER UMA RECAÍDA, APARENTEMENTE NÃO ESTAVA COM CRISES DE ABSTINÊNCIA, E PARA MIM, ELE REALMENTE NÃO PARECIA QUERER OU ESTAR ANSIOSO PARA USAR DROGAS. ESTAVA ATÉ MAIS CALMO QUE DE COSTUME.
NADA DELE FALAR...
ENTÃO FECHEI A CARA, E NÃO FALEI MAIS COM ELE NAQUELE DIA.
ELE TENTAVA PUXAR ASSUNTO, MAS EU FINGIA NÃO ESTAR OUVINDO.
ELE ODEIA QUE EU FAÇA ISSO.
ENTÃO PERGUNTOU:
VAI FICAR ASSIM?  NESTE CLIMA?
EU: - VOU, ATÉ VOCÊ ME DIZER O QUE FOI FAZER NAQUELE LUGAR.
ELE: - O AZAR FOI TODO SEU QUERIDA, EU PAREI LÁ POIS IA TE FAZER UMA SURPRESA, MAS VOCÊ COMO SEMPRE, VOCÊ MUITO ANSIOSA, ESTRAGOU TUDO...
EU : FALA ENTÃO QUAL ERA A SURPRESA?
EU E MINHA FILHA, ESTÁVAMOS CURIOSÍSSIMAS PARA SABER QUAL SURPRESA PODERIA SER, VINDO DAQUELE DAQUELE LUGAR...
AO QUE EU ME LEMBRE, NÃO HAVIA NENHUMA FLORICULTURA, CASA DE CHOCOLATES, OU LOJA DE PRESENTES POR PERTO...KKKK
 FALA LOGO QUAL É A SURPRESA POIS SENÃO EU NÃO VOU FALAR COM VOCÊ POR UM BOM TEMPO; EU DISSE.
ELE :TABOM, TABOM!!
A SURPRESA, ERA QUE DA ÚLTIMA VEZ QUE EU RECAÍ, EU DEIXEI O ESTEPE DO SEU CARRO EMPENHADO NA BIQUEIRA E NÃO TIVE CORAGEM PARA TE CONTAR...
HOJE COMO TRABALHAMOS E GANHAMOS UM BOM DINHEIRO, RESOLVI PASSAR LÁ PARA PEGAR O ESTEPE DE VOLTA E DEVOLVER PARA VOCÊ QUERIDA.
NÃO ACREDITEI....
A "TAL" SURPRESA ERA ELE DEVOLVER O ESTEPE DO MEU CARRO?
A SURPRESA ERA UM ESTEPE?
AGORA ME PERGUNTO... QUAL MULHER JÁ GANHOU UM ESTEPE (DETALHE, QUE JÁ ERA MEU) DE PRESENTE DO MARIDO?
KKKKK NÃO TEVE COMO NÃO RIR.
TEMOS QUE  RIR PARA NÃO CHORAR.
MAS CONFESSO QUE NÃO É NADA ROMÂNTICO GANHAR UM ESTEPE DE PRESENTE.
EU, PARTICULARMENTE PREFERIA TER GANHO FLORES OU CHOCOLATES...
MAS FAZER O QUE ?? NA CABEÇA DELE, ELE REALMENTE ACHOU QUE EU PUDESSE FICAR MUITO FELIZ E AGRADECIDA COM TAL SURPRESA.
QUERIDAS LEITORAS DO BLOG, NÃO FIQUEM COM INVEJA SE SEUS AMADOS NUNCA TE DERAM UM ESTEPE DE PRESENTE.
O QUE POSSO FAZER SE O MEU MARIDO É MAIS CRIATIVO QUE OS SEUS? KKKKKK
BEIJOS PARA TODAS E MUITA PAZ!!!

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

MEU FAMILIAR ADICTO!!



Bom dia meus queridos!!


Obrigado pelas palavras que me confortam tanto nos momentos difíceis... Paz e serenidade a todas(os).

Hoje, quero relatar a vocês, como é meu o familiar adicto quando não está na ativa, o homem que tanto amo e por quem me apaixonei a muitos anos atrás. O homem que amo hoje e certamente amarei pelo resto de minha vida, estando ou não ao seu lado, independente de suas escolhas.

Hoje acordei triste, magoada pelo fim de semana tão triste e angustiante que passamos.

 Mas com a graça de Deus, Consegui me manter em paz, e mesmo em meio as tempestades, não perdi minha serenidade, e em momento algum entrei em desespero.
Tudo isso agradeço a Deus primeiramente e ao que tenho aprendido com cada um de vocês, pessoas tão queridas e especiais que já fazem parte da minha vida!!

Ao entrar no blog me deparei com a triste notícia que o marido de nossa querida amiga Kel, também recaiu...

Fiquei muito triste, por ele, e também por ela, por saber exatamente o que ela está sentindo neste momento, muita dor.

Li os comentários, e me dei conta de que infelizmente, por causa das nossas tristes experiências como codependentes, quase nunca relatamos na realidade as qualidades de nossos queridos familiares adictos.

Eu particularmente, quando criei este blog, e não faz muito tempo, foi em um momento de profunda tristeza, angustia e sofrimento.

Fiz o blog na intenção de desabafar o que sentia, na esperança de encontrar alguém que me entendesse e passasse pela mesma situação, para partilharmos nossas experiências.
Me dei conta, de que nunca havia falado quem é meu familiar adicto sem as drogas. Quando está sóbrio e em recuperação.
O homem pelo qual me apaixonei, o homem que amo e certamente amarei sempre. 

Posso garantir que conheci, assim como todos vocês, muitas pessoas ao longo de minha vida, e meu familiar adicto foi uma das melhores pessoas que já tive o prazer de conhecer...

Um homem amável, carinhoso, responsável, preocupado com a família, com o próximo, sempre me ajudou em tudo que precisei na vida e passou comigo por momentos muito difíceis, foi ele que por muitos anos me ajudou a cuidar de meu pai com alzheimer, ele que fazia todas minhas vontades, me fazia cafuné antes de dormir, me levou para conhecer os lugares mais lindos, sempre me respeitou como mulher, sempre foi muito sincero, muito verdadeiro, muito integro. 
Mesmo lutando todos estes anos contra esta doença, nunca se entregou, nunca desistiu de si, nunca desistiu de nós, se ele cair mil vezes, as mil ele levanta e acredita que um dia vai conseguir sair deste inferno com a ajuda de Deus.

Mesmo com todas adversidades que esta doença trás em nossas vidas, ele nunca deixou de trabalhar, e quando não está recaído é muito responsável e um profissional exemplar.

Viajamos para tantos lugares, com ele conheci muitas coisas, aprendemos muito um com o outro.

Hoje sou uma pessoa melhor, aprendi muito com ele, a doença me deixou mais humilde, me ensinou a amar ao próximo incondicionalmente, com ele aprendi a ter mais fé, pois ele nunca perde a fé, aprendi a não desistir fácil e lutar pelos meus sonhos, pois ele nunca desiste, não importa o quanto a situação esteja difícil.

Houve momentos extremamente difíceis para ele, nos quais ele me relatou muitas vezes chorando, momentos de tristeza e depressão que sucedem a recaída, aquele momento que bate o arrependimento e você pensa ''putz que merda que eu fiz?'', momentos que bate aquela angustia, o medo de voltar para casa, a tristeza de ver aquele olhar de decepção do familiar vindo na direção dele. ( tristeza que relatou nossa amada amiga Fênix em seu blog) 
Ele já me confessou que nestas recaídas ele já pensou algumas vezes em tirar sua própria vida para acabar de uma vez com o seu sofrimento e principalmente com o nosso...

Mas graças a Deus e as minhas orações Deus não permitiu que isto acontecesse, e mesmo cansado, envergonhado e se sentindo um lixo (como ele mesmo diz) ele voltava para casa para recomeçarmos novamente.

Ele, sempre feliz, incrivelmente otimista, sonhador, ótimo pescador...( nem tanto, eu pesco melhor que ele). 
Homem que por vezes se parece com um menino, briga com minha filha por causa de danone e guloseimas !! risos...
Tem um coração gigante...

A única coisa que ele sonha na vida desde que conheceu o maldita DROGA, é ter uma vida normal, como todas as outras pessoas, normal assim como eu (será que eu sou normal??) como a maioria das pessoas, ele apenas quer a vida dele de volta, quer voltar a ter o controle sobre sua própria vida.

Eu fico profundamente triste e angustiada quando vejo que a droga é capaz de fazer com o ser humano, como ela destrói sonhos, famílias, vidas...

Muitas pessoas infelizmente tentam, tentam e tentam de tudo para largar o vício, mas a doença é traiçoeira e se não estivermos vigilante todo tempo vivendo em recuperação, a doença arrasta o adicto, que acaba não tendo forças para sair deste ciclo destrutivo, a doença não tem cura, apenas pode ser estacionada se a pessoa se propor a viver em recuperação.

Quantos amigos e conhecidos de meu familiar adicto já morreram ou estão presos por causa do vício...
Infelizmente muitos morrem sem conseguir sair desta vida tão triste.

Me recordo de vários momentos bons ao lado do adicto de minha convivência, momentos felizes, reconheço tudo de bom que ele me fez, é obvio que como todo casamento também tivemos nossas desavenças mas isso é comum em qualquer relacionamento.

Meu familiar adicto é apaixonado por crianças e onde ele chega as crianças o adoram, ele sempre tem muita paciência com elas...Ele ama os animais, principalmente nosso cachorro que é seu xodó. Nós nos conhecemos tanto, que nos comunicamos pelo olhar, só pelo jeito de olhar ele já sabe quando não gostei de algo, e vice versa.

Uma coisa que admiro em meu familiar, é que tudo que ele vai fazer na vida pede minha opinião, até nas coisas mínimas, ele valoriza muito minha opinião e meus conselhos.

Isso tudo que estou relatando é meu familiar adicto sem as paginas negras que as drogas deixaram em nossas vidas, sem as crises de abstinência pela falta das drogas...

Meu familiar adicto, assim como eu e minha filha, também é um codependente, pois se deixar ele abandona sua vida para ajudar as pessoas. Me recordo de um fato que ocorreu algum tempo atrás, quando um senhor que era morador de rua, foi pedir comida na casa de uma amiga minha muito querida, o senhor disse que precisava trabalhar para poder se alimentar, carpir um terreno, tirar um entulho, qualquer coisa...
Nesta época morávamos em uma chácara e esta minha amiga disse que estávamos precisando de alguém para carpir o nosso terreno, quando o senhor chegou em casa, advinha o que meu familiar adicto fez? Pediu para o senhor aparar a grama e quando terminado o serviço, percebendo que o senhor não tinha para onde ir, chamou o senhor para morar com a gente em nossa chácara, tratávamos ele como se  fosse de nossa família.

E pasmem... Mesmo meu marido sendo adicto e alcoólatra quis ajudar o senhor a parar de beber... risos.

Depois de quase um ano morando conosco, precisamos nos mudar e meu marido arrumou um emprego de caseiro para este senhor em outra chácara, hoje ele está bem e até arrumou uma companheira. 
Teve uma outra vez, que uma vizinha estava passando graves problemas financeiros e colocamos ela e os dois filhos dela para morar em nossa casa até ela se ajeitar na vida e arrumar um emprego e outro lugar para ficar.

Outra vez uma amiga brigou com o marido e ele colocou ela e os 3 filhos dela na rua, levamos ela também para morar em casa e ela ficou um bom tempo morando com a gente, até a vida se ajeitar.

Teve outro caso de uma amiga muito querida que passou por momentos difíceis, pois o marido foi preso, também trouxemos ela e a filha para morar em casa com a gente, depois ela acabou indo morar com a sogra.

Quantos domingos vocês deixaram de ficar com a família em casa ou descansando para ir ao hospital orar pelas pessoas que estão doentes sem ao menos conhece-las? Nunca? Nem eu..

Pois meu familiar adicto sempre fazia isso, sempre teve prazer em fazer o bem ao próximo, Distribuía cestas básicas para as famílias que passavam dificuldades.

Esse é o meu marido sem as drogas e talvez seja por isso que eu ache tão difícil ver ele acabar com a própria vida por causa da maldita ''pedra''.

Tem horas que eu penso que isto tudo é um pesadelo, mas quando acordo vejo que infelizmente não...

Peço a Deus que continue me dando forças e sabedoria para saber ajuda-lo com assertividade em sua recuperação, ajudar se ele quiser pois sei que só depende dele, basta ele querer, só posso cuidar da minha recuperação.

A sociedade infelizmente vê o adicto com tanto preconceito, já vão logo achando que são bandidos, vagabundos, olham com desprezo e não como um ser humano que precisa de tratamento por ter uma doença.

Algumas pessoas que conhecem meu familiar e depois descobrem que ele é um adicto, se afastam ou mudam de comportamento sem ao menos disfarçar...

Enfim, é muito triste para eu ver este homem tão especial, inteligente, que poderia ter um grande futuro pela frente se acabando dia após dia por causa desta doença tão terrível.

Sei que Deus conhece o coração das pessoas, e acredito que por este motivo tem guardado este seu filho durante todos estes anos, mesmo ele infelizmente tendo escolhido o caminho errado.

Enquanto há vida há esperança...

Assim vamos vivendo e aprendendo um dia de cada vez...

Agradeço a Deus que só por hoje meu familiar não usou drogas, 1 dia limpo!!! Obrigado Senhor!


Muita Paz e Serenidade e todos!

domingo, 23 de setembro de 2012

SERENIDADE EM MEIO AS LUTAS!




Olá meus queridos, finalmente posso dizer que com a ajuda de Deus e de cada um de vocês, estou aprendendo a viver um dia de cada vez.
Tenho conseguido me manter calma e serena apesar de todas as adversidades que vem ocorrendo em meu lar por  conta da adicção de meu familiar.
Estou triste, não posso negar, mas tenho conseguido manter a calma e não entrar em desespero como antes.
Sei bem que ainda há muito o que aprender.
Sei também que passei por longos anos sendo uma codependente sem ao menos saber que estava doente.
Tenho consciência que tenho muito o que aprender para realmente entrar em recuperação, o progresso pode ser lento, mas estou orgulhosa por ter ao menos evoluído um pouquinho e ter aprendido viver um dia de cada vez. 
Peço que tenham paciência comigo, pois apesar de ter convivido por muitos anos com a adicção de meu familiar, eu nem tinha não do que era ''codependencia''...
Apesar de meu familiar adicto ainda não ter voltado ontem a noite e
mesmo com este tsunami passando em meu lar, consegui dormir um pouco e entreguei meus medos e angustias nas mãos do único que pode resolver os problemas que não cabe a mim resolver...''DEUS''. ( isto já é um grande progresso para mim)
Enfim, hoje as oito horas da manhã meu familiar adicto chegou.
Chegou em um estado deplorável, mas graças ao bom Deus chegou com vida.
Vendeu seu ultimo tênis, tudo que ele tinha virou fumaça...Lamentável. 
A que ponto chega um ser humano por causa das drogas...
Antes ele era tão vaidoso, responsável, e hoje...Tão diferente daquele homem por quem me apaixonei.
Ainda o amo, sei que tudo isso são sintomas e sequelas da adicção ativa. Ela tira o brilho das pessoas fazendo com que se tornem vazias, como se fossem desprovidas de qualquer sentimentos.
Existem momentos em que ele consegue permanecer sóbrio por mais tempo, que volto ver nele aquele homem por quem me apaixonei um dia.
Quando não esta sob o efeito de drogas ou álcool, meu marido é uma pessoa muito agradável, e de um coração gigante...coisas que me cativam nele. Em meio a tempestades, já existiram muitos bons momentos que guardo no pensamento com carinho.
Hoje, posso assegurar que amo mais a mim, e não vou me permitir sofrer mais com as escolhas erradas que ele faz.
Como já relatei anteriormente, não me sinto preparada para separar ou coloca-lo para fora de casa, talvez por conhece-lo tão bem ao longo destes 18 anos de convivência, sei que se fizer isso, seria seu fim, ele se afundaria de vez.
Mudei muitas coisas aqui em casa pois sei que é necessário que ele tenha perdas para querer entrar em recuperação.
A cada dia que passa ele perde algo, vou tirando todas as ''mordomias'' que antes ele tinha aqui em casa.
A maior perda de todas ao meu ver, é que não somos mais uma casal, apenas estamos morando sob o mesmo teto.
Se ele quer comer, tem que comprar sua comida e cozinhar para si mesmo.
Tenho feito ele me ajudar nas tarefas do lar e a cuidar de meu pai.
Também não permito mais que ele reponha mais nada que é trocado ou vendido por causa da droga.
''Vendeu celular?'' fica sem. Vendeu o Tênis? fica sem também...e ai por diante. Parece pouco, mas aos poucos vou fazendo ele se conscientizar que se continuar a insistir em suas escolhas erradas, vai chegar um momento que chegarei em meu limite e acabo me separando de vez dele...
Espero que ele não tenha feito dividas com os traficantes como na semana passada, pois não vou mais admitir que ele tire dinheiro de nossa casa para acertar dividas de drogas...Que deus me de sabedoria para agir com assertividade.
Paz e serenidade para todos nós.

sábado, 22 de setembro de 2012

Adicção em nossas vidas

 
Minha vida era feliz, cheios de sorrisos, esperança, desejos e futuros. Tudo estava sob controle, minha família, meus amigos, trabalho, enfim tudo como eu sempre quis que fosse.
Tudo estava sob domínio, leis, éticas, moral, eram correspondidos de acordo com as regras de convivência de uma sociedade e de meus conceitos. Conceitos estabelecidos não eram descumpridos, o mundo a minha volta cumpria seus desígnios, cada ação satisfazia o que era previsto por mim. Hábitos, costumes, tradições não eram rompidas seguindo ensinamentos passados ou adquiridos com as experiências alheias ou experimentos pessoais.
A rotina da vida nos fazia antever futuros imaginados, devaneios e idealismos aguçavam nossas expectativas de vida. Objetivos eram atingidos, programados desde muito cedo, onde depositávamos nossas não realizações em cima das realizações dele, destinos eram traçados para ele e por ele. Determinávamos os rumos a serem seguidos por todos a nossa volta, sem questionamentos ou porquês. Já estavam determinadas decisões, atitudes, comportamentos. Seguíamos o que planejaram para nós e colocávamos em prática o que havíamos planejado para todos.
Tudo obedecia ao percurso natural definido pelo ¨meu universo¨, com a noção clara de um início, meio e fim. Conceitos morais como honra, honestidade, eram correspondidos. As coisas eram ditas imutáveis, problemas, crises eram subjetivas, encaradas de forma a apaziguar ânimos, evitar conflitos.
Tudo seguia preceitos concretizados, aceitos por todos, por mim. Fronteiras definidas não eram ultrapassadas, espaços demarcados por educação, cultura eram solidificados. Responsabilidades eram determinadas por aqueles que tinham a capacidade de decidir, classificações, padrões, separações, classes eram aperfeiçoados, cultivados para que a ordem do mundo a minha volta não fosse subvertida por aqueles que não se enquadravam neste quadro de certezas.
Novas idéias, pensamentos eram implementados, desde que não subvertessem a ordem estabelecida. A vida transcorria de acordo com as leis divinas, onde todos tinham seu lugar, seu tempo, perfeito, exato. Nossos sentimentos, relacionamentos eram regidos por ideais de moral e bons costumes. Comportamentos geriam ações e reações, tudo muito bem explicado e entendido por todos.
A Perfeição era requinte do meu mundo. Nada seria capaz de modificar minhas convicções, pensamentos e meu mundo maravilhoso.
Um dia a Adicção surgiu em nosso mundo, nãos sei de onde veio, como veio. Acreditava que ela havia surgido do nada, pois, não existiam motivos que pudessem fazer com eu esta doença chegasse a minha família. Minha família era perfeita, eu maravilhoso, no mundo por mim falhas ou erros não haviam sido cometidos. Comportamentos foram transgredidos, pensamentos desvirtuados, os alicerces da minha família ideal sucumbiram. Todas as estruturas concretizadas na minha vida começaram a virar conta mim. Segredos começaram a ser desvendados, nossas relações até então firmes; assim eu pensava; começaram a se mostrar extremamente frágeis. Sentimentos estranhos nunca experimentados por mim começaram a aflorar, sentimentos eram semeados, brotavam e floresciam ao meu redor com intensa marca de rancor e ressentimentos. Meus sentidos estáveis, pensamentos estáveis davam origem as instabilidades emocionais. Estas instabilidades causavam desespero, raivas, meu controle havia saído das minhas mãos. Respeitos consolidados foram sendo desrespeitados, limites ultrapassados. Corpos eram mutilados, violentados, palavras duras eram ditas, diálogos eram substituídos por monólogos intensos e sem nenhuma sensatez. Relações rompidas, afastamentos, isolamento começara a serem sentidos. Uma nova lista de Ferramentas começou a fazer parte de minha vida e sendo incorporadas a ela. Desonestidade, ameaças, extorsões, mentiras passaram a fazer parte de meu dicionário e eram provadas, provocadas e exercitadas a todo instante. Este caos agora dominava a minha magnífica família, a minha magnífica vida.
A Adicção colocou frente a frente meus medos, inseguranças, ressentimentos, frustrações com toda a força. Mostrando deficiências que Eu não admitia ter e que Ele; meu adicto; também achava não possuir.
Inimigos fomos nos tornando, barreiras foram sendo levantadas e a rotina serena e cálida que antes determinava minha existência agora se transformará em rotina caótica. A todo o momento um novo momento de uma atitude louca, de insensatez e incompreensão era deflagrado ao meu redor. O Eu perfeito começava a se tornar desconhecido e Ele se tornava algo completamente indefinido, sem sentido, uma incógnita que Eu não conseguia decifrar.
Tudo que havia lutado estava perdido. Transformado em situações de perigo e risco. Diretrizes traçadas por mim se distanciavam dos ideais, do meu imaginário. A realidade me parecia irreal, pesadelo. Minha Paz tão decantada agora se tornara desordem. Choros substituíam sorrisos, brincadeiras se transformavam em brigas. A irresponsabilidade dele era respondida por ações e reações permitidas por mim.
Minha vida perdera sentido, ganhando apenas um sentir, o sentir do Adicto. Ele agora era o centro do mundo e eu percebia o quanto minha ¨Perfeição¨ estava embasada em mentiras, em falsos conceitos. As realidades que me eram mostradas pela Adicção dele retiravam de mim qualquer expectativa de esperança.
Noites passaram a não serem mais dormidas, carinhos não eram mais retribuídos, o meu ¨cuidar¨ foi substituído por ¨vigiar¨. Por mais que tentássemos, por mais que fizéssemos, o progresso da doença dominava sua mente, seu corpo, sua vida. Sua ¨drogadicção¨ transformava minha vida numa ¨droga¨. Tornando-me dependente do dependente, sua ¨cura¨ era minha obsessão e minha compulsão. Seu fracasso meu fracasso. Sua luta passou a ser a minha luta. Sua Adicção minha responsabilidade.
A razão da minha vida perdia força para minha emoção, meus instintos foram sendo extintos, minhas prioridades foram sendo deixadas de lado para pudesse responder sempre ao seu chamado quando fosse necessário.
A Adicção em Minha Vida retirou de mim a alegria que possuía por viver e colocou na minha vida o medo da morte. Colocou a tragédia 24h sob meu olhar. Sua doença me contagiou, me contaminou de suas alucinações, seus delírios, seus desatinos.
Sinto pena dele e sinto tristeza por mim, por saber que tudo que tento para livrar-lhe da droga de nada adianta. Sinto-me indefeso por não poder defendê-lo. Ele é meu maior troféu e não posso desistir dele.
Infelizmente é assim que nos sentimos quando a doença da Adicção recai em nossas vidas.


Fonte:http://www.gruponaranonalegria.org/adiccao.html




Sem noticias...

Olá meus queridos!!

MEU PAI JÁ ESTÁ BEM MAIS CALMO HOJE...GRAÇAS A DEUS.
ESPERO QUE CADA UM DE VOCÊS POSSAM ESTAR EM SEUS LARES DESFRUTANDO DA MAIS PLENA PAZ E SERENIDADE.
MINHA FILHA SAIU UM POUCO COM AS AMIGAS PARA SE DISTRAIR, ELA PRECISAVA DISTO NÉ??
MEU FAMILIAR ADICTO AINDA NÃO APARECEU, ESTÁ NAS MÃOS DE DEUS, ESTOU SERENA...
HOJE CHEGOU O MEU LIVRO ''AMANDO UM DEPENDENTE QUÍMICO'' E VOU COMEÇAR A LER...
A DONA DA CASA ONDE EU MORO (MORO DE ALUGUEL) VEIO AQUI HOJE E ME ABRI COM ELA SOBRE O QUE ESTAVA ACONTECENDO...
É A PRIMEIRA VEZ QUE TIVE A CORAGEM DE FALAR COM ALGUÉM SOBRE MEUS PROBLEMAS, ELA FICOU CHOCADA .
FALEI QUE COMO A SITUAÇÃO DO MEU FAMILIAR ADICTO SE AGRAVA CADA DIA MAIS, TERIA QUE SAIR E ACHAR UMA CASA COM ALUGUEL MAIS VIAVEL.
BOM, SÓ POR HOJE EU CONSEGUI VIVER O MEU DIA SEM ME DESESPERAR...
QUE DEUS ME CONCEDA A GRAÇA DA SERENIDADE E DA PAZ PARA EU PODER PASSAR ESTA NOITE, DEUS SABE COMO A NOITE PARA MIM É DIFÍCIL, MAS VOU CONFIAR.
EU SÓ QUERIA QUE TIVESSEM INVENTADO UM COMPRIMIDO PARA TRISTEZA, QUE NÓS TOMÁSSEMOS E ELA DESAPARECESSE NA HORA!!!
SEI QUE AMANHÃ VAI SER MELHOR QUE HOJE...
BEIJOS E MUITA PAZ E SERENIDADE PARA VOCÊS !!

Cansada de tudo...

Olá meus queridos!!
QUE A PAZ E A SERENIDADE POSSAM ESTAR EM CADA LAR E EM CADA FAMÍLIA NESTE MOMENTO!!!
MEU PAI ANDA MUITO AGITADO POR CAUSA DO ALZHEIMER, GRITA O TEMPO TODO, E ONTEM QUANDO FUI DAR UM BANHO NELE, ATÉ UM SOCO NA CARA EU LEVEI.
DEPOIS COLOQUEI ELE PARA DEITAR E TROQUEI SUA FRALDA, MAS ELE EM CRISE, RASGAVA A FRALDA E JOGAVA NO CHÃO A TODO MOMENTO.
NÃO SATISFEITO ELE DECIDE EVACUAR E ADIVINHEM? JOGOU FEZES PELO QUARTO INTEIRO, PELO CHÃO, PELAS PAREDES...
EU JÁ ESTOU ESGOTADA, POIS ALÉM DE TUDO MEU FAMILIAR ADICTO, DECIDIU PODAR A PLANTA DO MURO DE CASA E SUMIU DESDE ONTEM. OUTRA RECAIDA.
NÃO ESTA SENDO FÁCIL, SE AO MENOS  EU PUDESSE DESCANSAR UM POUCO...MAS A DOENÇA DE MEU PAI NÃO PERMITE, É IMPOSSÍVEL. QUANDO FOMOS DAR BANHO NELE ADIVINHEM???
ESCAPOU A PRÓTESE QUE ELE TEM NO FÊMUR,  EU E MINHA FILHA SOZINHAS NÃO SABÍAMOS O QUE FAZER, POIS NÃO PODÍAMOS NEM COLOCAR A MÃO NELE QUE ELE GRITAVA DE DOR...
FIQUEI COM MUITO MEDO, POIS MEU PAI É HIPERTENSO E TEM PROBLEMAS NO CORAÇÃO, NÃO PODE FICAR NERVOSO, POIS JÁ TEVE 5 DERRAMES.
ELE É EXTREMAMENTE NERVOSO POR CAUSA DO ALZHEIMER E DE NADA ADIANTA TENTAR ACALMA-LO, POIS ELE VEM COM PALAVRÕES E TABEFES PELA CARA.
PARA COLOCA-LO NA AMBULÂNCIA FOI UM SACRIFÍCIO, POIS ELE XINGAVA TANTO, QUE OS ENFERMEIROS FICARAM ATÉ ASSUSTADOS..
LEVAMOS ELE AO HOSPITAL E RECOLOCARAM A PRÓTESE NO LUGAR. FIZERAM ALGUNS EXAMES NO CORAÇÃO PARA SABER SE ESTAVA TUDO EM ORDEM E GRAÇAS A DEUS ESTÁ TUDO BEM, O MÉDICO DISSE QUE MEU PAI É FORTE, POIS NO ESTÁGIO QUE A DOENÇA DELE ESTÁ, JÁ ERA PARA ELE TER MORRIDO...ELE JÁ NÃO SE LEMBRA DE NADA, ME CHAMA DE MOCINHA, AS VEZES DE MÃE...
A AMBULÂNCIA NOS TROUXE PARA CASA AS 3 HORAS DA MANHÃ, MEU PAI GRITAVA QUE NÃO QUERIA ENTRAR EM CASA, ALEGANDO NÃO SER A CASA DELE. COMO É TRISTE PRESENCIAR TUDO ISSO.
IMAGINEM VOCÊS, O MÉDICO ME DISSE QUE AS PESSOAS QUE CUIDAM OU CONVIVEM COM PORTADORES DE ALZHEIMER SÃO ''CO-DEPENDENTES"" POIS ELES DÃO MUITO TRABALHO E TEMOS QUE VIVER NOSSAS VIDAS EM FUNÇÃO DELES. O MÉDICO ME DISSE QUE NÃO SABE COM EU CONSIGO CUIDAR DELE SOZINHA, FALOU QUE EU ESTOU A BEIRA DE UM COLAPSO NERVOSO E QUE PRECISO DE UM TRATAMENTO URGENTE.
ME ENCAMINHOU PARA UM PSIQUIATRA COM URGÊNCIA ACREDITAM??
IMAGINE SE ELE SOUBESSE QUE O PROBLEMA NÃO É SÓ MEU PAI. SOU DUPLAMENTE CODEPENDENTE, DO MEU PAI E DE MEU FAMILIAR ADICTO.
NÃO TEM COMO NÃO FICAR TRISTE VENDO MINHA FILHA CHORAR, ONTEM ELA ESTAVA TÃO FELIZ. QUANTAS VEZES MAIS EU VOU PRECISAR VER MINHA FILHA CHORANDO? EU TENTO MANTER A CALMA, TENTO SER FORTE, MAS ATÉ QUANDO??
SE EU FOSSE SOZINHA, SERIA MENOS DOLOROSO, MAS COMO VOU COLOCAR NA RUA O PAI DE MINHA FILHA?  ELA JÁ TENTOU O SUICÍDIO POR DUAS VEZES POR CAUSA DE SUA DEPRESSÃO. TENHO MEDO DE SUA REAÇÃO, POIS APESAR DE SUA REVOLTA ELA TEM MUITO MEDO QUE O PAI MORRA ASSIM NAS GARRAS DA DROGA.
MAS COMO VIVER ASSIM? AS VEZES TENHO VONTADE DE DEIXAR ELE DORMIR NO QUINTAL COM O CACHORRO. ( QUE DEUS ME PERDOE)
NÃO SEI MAIS O QUE FAZER. ATÉ AGORA NADA DELE VOLTAR, ELE SÓ IA PODAR A PLANTA DO MURO DE CASA...NINGUÉM MERECE ISSO.
PAZ, É O QUE DESEJO PRA TODOS VOCÊS!!!


sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Dia dificil... Recaída.



Olá meus queridos!!

Aluguei umas comédias para assistir hoje, com este tempinho frio e chuvoso é o que há de melhor.
Pipoca, guaraná, eu e minha filha...
Como gostaria de poder estar feliz para assistir estes filmes com minha família.
Mas não estou, mais uma vez ele recaiu, e desta vez não pude ao menos chorar para extravasar minha tristeza.
Minha filha não está nada bem.
Me sinto triste, angustiada e sem esperanças...Estou como a mulher desta foto acima, sorrindo por fora, mas chorando por dentro...Como dói.
Ainda hoje eu estava tão feliz por causa de minha filha...

Pois aquele amigo e parente que nos ajuda sempre, chamou minha filha para conversar e se propôs a pagar alguns cursos para ela fazer e encaminha-la para um bom emprego para ver se ela sai desta ''depressão''.
O desejo de minha filha é completar logo os 16 anos e trabalhar para ajudar em casa.
Apesar de todas as adversidades que a adicção trouxe para nossas vidas, eu agradeço a Deus por esta filha que apesar de todas as dificuldades ainda procura entender nossa situação e quer me ajudar.
Enfim, o aniversário dela esta chegando...Dia 09 de outubro, 16 anos.
Ela ficou muito feliz com esta oportunidade que este amigo está dando a ela. Foi para o centro da cidade toda animada.
Hoje, eu e meu familiar adicto não fomos trabalhar, pois estava chovendo muito. Ele passou o dia irritado, muito nervoso com crises de abstinência.

Queria porque queria sair de qualquer maneira.( pretexto para se drogar)
Não queria ver minha filha infeliz mais uma vez, por isso tentei controla-lo e pedi para que não saísse. Em vão.
A discussão foi assim...
Ele:  ''Sou prisioneiro agora?''
Eu: Só estou pedindo para vc não sair pois é visível que não está bem. (na tentativa de controla-lo e impedir uma possível recaída)
Ele: Eu sou ''homem'' não sou moleque, será que eu não posso ao menos dar uma volta sozinho? Será que não posso nem sair de casa que você já pensa que vou ter uma recaída?
Eu: Então me diz quando foi a ultima vez que você saiu para dar uma voltinha sozinho que não teve uma recaída?
Ele: Tá bom, mas eu não vou deitar não, vou aparar a planta do muro de casa...Assim ocupo minha mente com alguma coisa.( adictos na ativa sempre arrumam uma desculpa)
Eu: Então vai...
Ele: Ahhh bom, pensei que nem isso poderia fazer...
Resumindo... Ele pegou a tesoura de jardinagem e passou quase uma hora podando a tal planta.

De repente o barulho foi diminuindo até que parou.
Esperei uns minutos, pois imaginei que ele estava juntando as folhas para colocar no saco de lixo que ele havia pego a alguns minutos atrás. 
Quando me levantei para olhar, adivinhem? para minha surpresa ( ou não), ele havia sumido.
Na hora me veio a cabeça minha filha, que chegou depois de poucos minutos toda feliz, na certeza que meu adicto iria leva-la para escola, pois estava chovendo demais naquela hora.

Resultado: mais um dia sem ir a escola... E a tristeza e frustração de minha filha por presenciar mais uma recaída do pai.
Sabe-se lá quantos dias ele ira demorar para voltar desta vez...Não sei o que seria de mim sem vocês, antes do blog me sentia tão sozinha...Obrigado por existirem em minha vida, sou grata pela vida de cada um de vocês.
Vou tentar ocupar minha mente com algo, ler um livro, assistir uma comédia, tudo pela minha filha.
Não quero que ela saia atrás do pai no desespero como da ultima vez.
Que o Poder Superior nos de muita paz e serenidade em momentos de angustia.

AMO TODOS VOCÊS INCONDICIONALMENTE.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

TEATRO!!!



PRIMEIRAMENTE QUERO AGRADECER A DEUS PELA PAZ QUE CONTINUA REINAR EM MEU LAR, GRAÇAS A DEUS ESTAMOS TODOS BEM...
O TEMA DESTE POST NÃO TEM NADA A VER COM O QUE VOCÊS DEVEM ESTAR PENSANDO QUERIDOS(AS) LEITORES(AS) DO BLOG, DESTA VEZ NÃO FOI MEU MARIDO QUEM FEZ TEATRO, MANIPULOU, MENTIU, ENGANOU, E TODAS ESTAS OUTRAS COISAS QUE OS DEPENDENTES QUÍMICOS NA ATIVA, NOS MOMENTOS DE FISSURA FAZEM QUANDO QUEREM USAR A ''DROGA''.
ENTÃO O PORQUE O TEMA TEATRO???
ESTES DIAS ESTIVE REFLETINDO MUITO SOBRE MINHA VIDA, E MEUS COMPORTAMENTOS, E LENDO ALGUNS BLOGS, COMECEI A PENSAR MUITO SOBRE ESTA NOSSA DOENÇA , A''CODEPENDÊNCIA. ATÉ QUE PONTO ESTA DOENÇA NOS CEGA? NÃO NOS PERMITE VIVER A NOSSA PRÓPRIA VIDA, E O QUE SOMOS CAPAZES DE FAZER PENSANDO AJUDAR NOSSOS FAMILIARES ADICTOS A SAIR DO MUNDO DAS DROGAS??
POIS É, FOI REFLETINDO NESTE ASSUNTO QUE ME LEMBREI QUE ALGUM TEMPO ATRÁS, MINHA FILHA, EM UM MOMENTO DE TOTAL DESESPERO, TEMENDO PELA VIDA DO PAI QUE ESTAVA CADA DIA PIOR POR CONSEQUÊNCIA DO USO DE DROGAS, TEVE A ''BRILHANTE'' IDÉIA(SÓ NA NOSSA CABEÇA) DE FINGIR QUE ESTAVA USANDO DROGAS PARA VER SE O PAI LEVAVA UM SUSTO E SE SENTIA CULPADO, E ASSIM CONSEQUENTEMENTE, MUDARIA DE VIDA NA ESPERANÇA DE AJUDAR A FILHA A SAIR DAS DROGAS ...
IMAGINEM QUE ELA TEVE ESSA IDÉIA E QUERIA MINHA COLABORAÇÃO PARA FAZERMOS ESTE ''TEATRO'' ...E EU? 

ACEITEI CLARO, E ASSIM FIZEMOS...
ELA COMEÇOU A SE ATRASAR PARA CHEGAR DA ESCOLA (FICAVA ESCONDIDA NA CASA DE UMA AMIGA ESPERANDO A HORA PASSAR PARA VIR EMBORA)
UM DIA ELA COM A MINHA AJUDA, SAIU DIZENDO QUE IA COMPRAR CRÉDITOS PARA O CELULAR E NÃO VOLTOU, ASSIM COMO ELES FAZEM QUANDO QUEREM USAR A DROGA... - QUERIDA! VOU ALI COMPRAR UM CIGARRO E JÁ VOLTO; E LÁ SE VÃO DOIS OU TRÊS DIAS PELAS RUAS USANDO A ''MARDITA'' ( ELA PASSOU A NOITE NA CASA DE UMA AMIGA MINHA QUE SABIA DO CASO E ACEITOU FAZER PARTE DESTE '' TEATRO'')
IMAGINE O DESESPERO QUE ELE FICOU QUANDO A FILHA NÃO VOLTOU E ''PASSOU A NOITE NA RUA''.
NO OUTRO DIA ELA CHEGOU E DISSE QUE ESTAVA POR AI, E NÃO IA FAZER MAIS, QUE ERA A PRIMEIRA E ÚLTIMA VEZ QUE ISSO IRIA ACONTECER...
MAS NÃO FOI BEM ASSIM, COMEÇOU A FAZER ISSO COM FREQUÊNCIA, COM A MINHA AJUDA E DESTA MINHA AMIGA(ONDE ELA PASSAVA AS NOITES)
CHEGAMOS AO EXTREMO DE COMPRAR BICARBONATO DE SÓDIO PARA ELA COLOCAR NO NARIZ (TADINHA ELA FALAVA QUE ARDIA TANTO) PARA FINGIR QUE ELA ESTAVA CHEIRANDO COCAÍNA, LOGO EU E MINHA FILHA, QUE SEMPRE TIVEMOS VERDADEIRO HORROR E AVERSÃO AS DROGAS NOS PRESTAMOS A ESTE PAPEL, CHEGUEI AO PONTO DE IR A UMA BIQUEIRA COMPRAR MACONHA E ESFARELAR PELO QUARTO DELA E JOGAR O RESTO NA MOCHILA PARA ELE TER CERTEZA QUE ELA ESTAVA REALMENTE USANDO. IMAGINE O DESESPERO QUE ELE FICOU, E TODAS AS VEZES QUE MINHA FILHA SUPOSTAMENTE SUMIA EU FAZIA O MAIOR ESCÂNDALO CULPANDO ELE POR TUDO, DIZENDO QUE O EXEMPLO VEIO DELE, E QUE SE ACONTECESSE ALGUMA COISA COM A MENINA EU MATARIA ELE, EU CHORAVA COMO SE ELA REALMENTE ESTIVESSE DESAPARECIDA, ELE SÓ CHORAVA , CHORAVA, CHORAVA....
QUANDO ELA CHEGAVA, CHEGAVA TODA SUJA, COMBINÁVAMOS DELA ROLAR PELO CHÃO DE TERRA PARA SUJAR A ROUPA E PARECER QUE ELA ESTAVA ANDANDO A NOITE INTEIRA PELAS RUAS SE DROGANDO, COMPRÁVAMOS AQUELE COROTINHO DE PINGA (MINHA FILHA ODEIA ÁLCOOL) E ELA COLOCAVA NA BOCA E CUSPIA, SÓ PRA CHEGAR COM BAFO DE PINGA NA BOCA, E COM O NARIZ CHEIO DE BICARBONATO DE SÓDIO...IMAGINEM TODA ESTA CENA!!!
TODO ESTE TEATRO DUROU APROXIMADAMENTE UM MÊS, E DAVA PARA VER QUE ELE REALMENTE FICOU DESESPERADO QUERIA PARAR ATÉ DE TRABALHAR POR MEDO DELA TER UMA''RECAÍDA''...
MAS QUANDO ELA SUPOSTAMENTE SUMIA, ELE NO DESESPERO DIZIA QUE IRIA SAIR A PÉ PARA PROCURA-LA PELA CIDADE E QUEM SUMIA DE VERDADE ERA ELE. E ASSIM FOI, ATÉ QUE NOS DEMOS CONTA DE QUE NADA DAQUILO QUE ESTÁVAMOS FAZENDO ESTAVA ADIANTANDO, ESTÁVAMOS FAZENDO PAPEL DE LOUCAS, COMETENDO INSANIDADES, A TROCO DE QUE? DECIDIMOS PARAR COM ESTA ENCENAÇÃO, TUDO ISSO SERVIU SÓ PARA NOS DEIXAR PIORES DO QUE JÁ ESTÁVAMOS ANTES, MINHA FILHA FICOU MUITO MAL POIS ACHAVA QUE ELE NÃO ESTAVA NEM AI PARA ELA, POIS SE REALMENTE ELA ESTIVESSE USANDO DROGAS O QUE ELE IRIA FAZER PARA AJUDA-LA??? NADA....
REFLETI MUITO SOBRE ESTA DOENÇA A CO-DEPENDÊNCIA, E PUDE PERCEBER QUE ELA PODE NOS LEVAR ATÉ A LOUCURA, AGORA ME RESPONDAM VOCÊS MEUS QUERIDOS, EM QUE SOMOS DIFERENTE DELES? (DEPENDENTES QUÍMICOS) QUANDO ESTAMOS NA ''ATIVA'' DA NOSSA CODEPEDENCIA?
MENTIMOS, ENGANAMOS, FINGIMOS, FAZEMOS CHANTAGENS, MANIPULAMOS, NOS FAZEMOS DE VÍTIMA E TUDO PRA QUE??? E PIOR; TUDO DE CARA LIMPA SEM ESTAR COM NOSSAS MENTES ENTORPECIDAS PELO EFEITO DE NENHUMA SUBSTANCIA QUÍMICA.
DEPOIS TIVEMOS QUE CONTAR TODA A VERDADE, POIS ELE COMEÇOU SE DROGAR TODOS OS DIAS, E DIZIA QUE ERA PORQUE SE SENTIA CULPADO PELA FILHA TER IDO PELO MESMO CAMINHO QUE ELE...(''PRETEXTO''... ELES SEMPRE ARRUMAM ALGUM.)
QUANDO SOUBE QUE TUDO NÃO PASSOU DE UM TEATRO FICOU TÃO FELIZ QUE PROMETEU QUE ''NUNCA'' MAIS IRIA USAR DROGAS NOVAMENTE...ELE CUMPRIU???

NÃO, CONTINUOU TENDO AS SUAS RECAÍDAS (ACHO QUE PARA COMEMORAR O FATO DA FILHA NÃO ESTAR USANDO DROGAS...OUTRO PRETEXTO.)KKK

CHEGUEI A CONCLUSÃO DE QUE ''NADA'' QUE EU FAÇA VAI MUDA-LO, SOU TOTALMENTE IMPOTENTE PERANTE A ADICÇÃO DELE, A ÚNICA PESSOA QUE PODE MUDA-LO É ELE MESMO E EU SÓ POSSO MUDAR A MIM E ESTAR BEM PARA SÓ AJUDA-LO SE ELE PEDIR E QUISER MINHA AJUDA!!!
ESTA DOENÇA ''CODEPENDÊNCIA'' É TÃO SÉRIA QUE SE VOCÊ NÃO SE TRATAR, NÃO ABRIR SEUS OLHOS A TEMPO ELA TE ARRASTA PARA O FUNDO DO POÇO, ASSIM COMO AS DROGAS ARRASTAM O DEPENDENTE QUÍMICO!! A CODEPENDENCIA, TAMBÉM É UMA DOENÇA INCURÁVEL, PROGRESSIVA E FATAL.
DESDE CRIEI ESTE BLOG POSSO DIZER QUE TENHO APRENDIDO MUITO E A CADA DIA ESTOU MELHOR, ESTOU CONSEGUINDO AOS POUCOS RESGATAR A MINHA VIDA E CONSEGUINDO VIVER UM DIA DE CADA VEZ...
EU DESCOBRI QUE MINHA FELICIDADE NÃO PODE DEPENDER DE NINGUÉM SOMENTE DE MIM, DECIDI QUE VOU SER FELIZ DO MEU JEITO, POIS EU POSSO CONSTRUIR MINHA FELICIDADE E ACREDITO QUE ELA ESTA DENTRO DE MIM...

 OBRIGADO POR TODOS OS COMENTÁRIOS QUE SEMPRE TEM ME AJUDADO A PASSAR PELOS MOMENTOS MAIS DIFÍCEIS...

terça-feira, 18 de setembro de 2012

SOLTANDO A CORDA... SÓ POR HOJE

Olá meus queridos!!
Espero que esteja tudo bem com cada um de vocês.
Só por hoje meu sentimento é de gratidão.
Desde que o adicto de minha convivência chegou depois de sua última recaída, está tudo em paz por aqui. Estamos na luta matando um leão por dia, um dia de cada vez. Sou grata a Deus pelos momentos de paz, a qual eu aprendi a valorizar muito após passarmos por tantas turbulências.
Ele, continua me ajudando a cuidar de meu pai, que por esses dias não tem estado muito bem e tem dado trabalho tadinho...É a doença progredindo. O Alzheimer é terrível.
Também tem procurado me ajudar com as tarefas domésticas, e o melhor, sem reclamar, risos...
Apesar de não estar de acordo, ele tem respeitado minha decisão de estarmos dormindo em quartos separados.
Entendo que para ele, possa ser difícil entender e aceitar minha decisão, mas ao menos tem sido compreensivo e não esta fazendo manipulações e chantagens emocionais para reverter a situação á seu favor. Menos mal.
Me parece que ele está agindo com sinceridade e por um momento se colocou em meu lugar.
Até agora, ele não teve crises de abstinência, ansiedade e ataques de nervosismo.
Porém, não me iludo nem crio expectativas, pois sei que em breve esses sintomas devem aparecer.
Mas o que importa é o dia de hoje, estou feliz por estar conseguindo viver um dia de cada vez sem tantas agonias e ansiedades. Tenho buscado cuidar de minha espiritualidade e me apegado ao meu Poder Superior (Deus), sei que ele me ajudará a passar pelos momentos difíceis quando eles surgirem.
Tenho aprendido muitos coisas com vocês. Isso tem me dado forças para prosseguir minha caminhada. Gratidão.
Comprei o livro da Poly "Amando um dependente químico" e da Giulli " Valeu a pena, a jornada de uma codependente".
Só estou esperando chegar para começar a leitura, que tenho a certeza que será muito edificante. ( Não vejo a hora..kkk)
A maior luta que meu familiar trava todos os dias é contra ele mesmo. A maior dificuldade não é evitar o uso da droga, (crack), mas lutar contra o desejo incontrolável de fazer o uso do álcool, o que inevitavelmente fará com que desperte o desejo de usar outras drogas consequentemente.
A doença é terrível, faz com que ele pense que pode parar apenas com o uso do "Crack", mas pode tomar sua cervejinha socialmente. Quer ser um "Adicto Social"...
Puro alto engano. Ele não percebe que a doença é compulsiva e faz com que ele não tenha controle com nenhum tipo de droga, no caso dele, principalmente perante ao álcool, que ao meu ver é sua droga de preferência. Últimamente ele tem admitido sua adicção cruzada. Tem percebido que sua vida tem perdido o controle e que anda bebendo cada dia mais... 
Mesmo com as recaídas frequentes, ele tem consciência que é impotente e não pode tomar o primeiro gole. Só não tem conseguido colocar em prática. Mas já é um pequeno progresso para quem a algum tempo atrás nem aceitava a doença.
Nos últimos dias, conversamos bastante, ele tem procurado se abrir comigo. Ele sempre teve muita dificuldade em expressar o que sente. 
Me confessou que todas as noites tem pesadelos nos quais está usando drogas. 
Procuro ajuda-lo da maneira que posso.
Ontem ele sentiu muita vontade de beber, tentou lutar contra, mas acabou comprando uma cerveja sem álcool. (Ele sabe que não concordo), mas o deixo livre para prosseguir com suas escolhas.
Quando chegamos em casa, pude perceber como ficou aliviado por ter conseguido ao menos por mais um dia, ter vencido esta luta diária que sabemos não ser nada fácil.
Bem, é isso...
Tudo tem seguido em paz e tenho conseguido viver minha vida deixando que ele siga com suas próprias escolhas.
Torcendo sempre para que ele encontre de fato o caminho da recuperação.
Não vou mais fazer do meu jeito, afinal nunca deu certo. Não vou forçar a barra. Decidi que só voltaremos a ser um casal novamente, quando ele se propor de fato entrar em recuperação.
Seja o que Deus quiser.
Eu entrego minha vida e minha família nas mãos de Deus e sei que ele fará o melhor.
Paz e serenidade a todos nós...


segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Pense nisso e ''DESISTA TAMBÉM''



EU DESISTO
É isso mesmo, entreguei os pontos, não dá mais, acabou.
Essa frase soa com tanta força, não é?
Mas é verdade, eu desisti mesmo.
De um monte de coisas.
Desisti de reclamar de quem não quer aprender. Decidi me concentrar em quem quer...
E se você olhar bem direitinho, perto de você tem um monte de gente sedenta de conhecimento.
Desisti de tentar emagrecer para ser igual a todo mundo.
Resolvi ter o peso que eu devo ter, por uma questão de saúde, por uma questão de bem estar. .. Só isso
Desisti de tentar fazer com que as pessoas pensem do jeito que eu gostaria que elas pensassem.
Achei melhor buscar respeitar o outro do jeito que ele é.
Imagina se o mundo fosse feito de milhões de pessoas iguais a mim...
Ah, isso ia ser um tormento!
Desisti de procurar um emprego perfeito e apaixonante.
Achei que estava na hora de me apaixonar pelo meu trabalho e fazer dele o acontecimento mais incrível da minha vida, enquanto ele durar.
Desisti de procurar defeito nas pessoas.
Achei que estava na hora de colocar um filtro e só ver o que as pessoas têm de melhor.
Defeito todo mundo acha, quero ver achar qualidades em quem parece não tê-las.
Desisti de ter o celular mais “psico-tecno-cibernético” do mercado. Agora eu só quero um telefone, pra falar.
É muito frustrante comprar o mais novo modelo e dias depois ver que ele já foi superado. É pra isso que a indústria trabalha.
Aproveitei o gancho e apliquei o conceito também a outros produtos: relógio, computador, máquina fotográfica, carro.
Desisti de impor minha opinião sobre tudo.
Decidi que de agora em diante vou ouvir todas as opiniões, mesmo as contrárias, e vou tentar tirar proveito de cada uma delas.
É mais barato compartilhar as opiniões do que brigar pra manter só uma.
Desisti de ter tanta pressa. Tudo na vida tem seu tempo.
Desisti de correr da chuva.
Tem coisa mais bacana que tomar banho de chuva?
Há quanto tempo você não sente aquele cheiro de terra molhada?
E se o resfriado chegar, qual o problema? Não vai ser o primeiro nem o último.
Desisti de estudar por obrigação. Agora eu faço da leitura um momento de prazer...
Cadeira confortável, pezão pra cima e um chocolate quente.
Desisti de buscar uma planilha de indicadores toda verdinha.
Os índices são assim mesmo, às vezes melhoram, às vezes pioram. Isso é o mundo real.
Eu não vou deixar de fazer a gestão sobre eles, mas decidi que não vou mais sofrer por isso.
Bons ou ruins eles devem gerar aprendizado e isso é o mais importante.
Desisti de trabalhar para fazer o meu sistema da qualidade ser perfeito.
Eu prefiro mantê-lo sob controle, funcionando, ajudando as pessoas, ajudando os processos, dando resultados, mesmo que aos poucos.
Com essa filosofia eu ganhei um monte de parceiros, ao invés de cultivar inimigos.
Se eu fosse você, desistia também...
Tem um monte de coisas que você faz, carrega e sente, que não precisa.
Pense nisso!!!



domingo, 16 de setembro de 2012

REUNIÃO DO AMOR EXIGENTE

OLÁ MEUS QUERIDOS!!
EM PRIMEIRO LUGAR QUERO AGRADECER A DEUS POR TODA MINHA FAMÍLIA ESTAR EM CASA E ESTARMOS EM PAZ, SÓ POR HOJE.
NÃO ME ENTENDAM MAU, EU NÃO QUERO DESANIMAR NINGUÉM, ATÉ PORQUE EU MESMA NÃO DESANIMEI E VOU CONTINUAR A FREQUENTAR AS REUNIÕES DO AMOR EXIGENTE, MAS SOU TOTALMENTE INEXPERIENTE NESTA ÁREA E PEÇO A AJUDA DE VOCÊS PARA QUE EU POSSA ENTENDER.
VAMOS LÁ.. VOU CONTAR COMO FOI MINHA PRIMEIRA REUNIÃO...
MORO NO INTERIOR DE SÃO PAULO E DESCOBRI QUE EM MINHA CIDADE TEM 4 GRUPOS DE APOIO DO A.E.
MAS COMO ESTAVA MUITO ANSIOSA PARA CONHECER RESOLVI IR NA SEXTA COM MINHA FILHA EM UM DESTES GRUPOS QUE É O MAIS LONGE DE CASA.
BEM, SAÍMOS, PEGAMOS O ÔNIBUS, E LÁ CHEGAMOS.
QUANDO CHEGAMOS SÓ TINHA UM SENHOR DE UNS 70 ANOS E UMA SENHORA DE UNS 65, NOS RECEBERAM MUITO BEM, PERGUNTARAM SE ERA A NOSSA PRIMEIRA VEZ, E NOS DERAM UM CRACHÁ COM NOSSOS NOMES.
TAMBÉM NOS DERAM UNS FOLHETOS COM A ORAÇÃO DA SERENIDADE A QUAL JÁ CONHEÇO E ACHO LINDA, DERAM TAMBÉM MAIS ALGUMAS MENSAGENS.
ESPERAMOS UM POUCO E CHEGOU APROXIMADAMENTE 8 PESSOAS TODAS ELAS SENHORAS E SENHORES DE IDADE, TIRANDO UM RAPAZ QUE ERA PALESTRANTE QUE DEVERIA TER UNS 40.
PARA RESUMIR, ELE PALESTROU SOBRE O QUE OS PAIS DEVEM FAZER QUANDO OS FILHOS CHEGAREM TARDE EM CASA, EM MOMENTO ALGUM FALOU NADA RELACIONADO A DEPENDÊNCIA QUÍMICA OU CO-DEPENDÊNCIA.
MINHA FILHA FICOU MUITO REVOLTADA POR ELES ESTAREM ACHANDO QUE ERA UM ''PROBLEMA'' O FILHO CHEGAR A MEIA NOITE EM CASA .
BOM, PEDI PRA ELA TER PACIÊNCIA POIS ERA NOSSA PRIMEIRA VEZ E PELO MENOS QUE ELA ESPERASSE TERMINAR A REUNIÃO PARA IRMOS EMBORA.
TERMINOU A PALESTRA COM A ORAÇÃO, DEPOIS FOI A HORA DA PARTILHA.
COMO ERA MINHA PRIMEIRA VEZ ESCOLHERAM UMA MULHER QUE ESTÁ A MUITOS ANOS COMO VOLUNTÁRIA PARA PARTILHAR COMIGO E COM MINHA FILHA.
NESTA HORA MINHA FILHA ME DISSE, TALVEZ A PALESTRA POSSA NÃO TER NOS AJUDADO COM NOSSO PROBLEMA MAS ESTA PARTILHA PODERÁ NOS AJUDAR DE ALGUMA FORMA, SUGERIR ALGO QUE NOS AJUDE A SAIR DESTA SITUAÇÃO!
A MULHER PEDIU PARA EU CONTAR NOSSA HISTÓRIA, QUANDO TERMINEI ELA ESTAVA CHORANDO COM A MINHA SITUAÇÃO!!
COMO VOCÊ SUPORTOU PASSAR POR TUDO ISSO? ELA PERGUNTOU...
ENFIM, ELES NÃO FALARAM EM MOMENTO ALGUM SOBRE DEPENDÊNCIA QUÍMICA, CO-DEPENDÊNCIA E NADA RELACIONADO A ISSO.
EU ACREDITO QUE EU PEGUEI UM MAU DIA NO GRUPO, POIS ELES DISSERAM QUE TINHA FALTADO MUITA GENTE POIS ESTAVA HAVENDO UMA FESTA NO BAIRRO.
DECIDI PARTICIPAR DE OUTRO GRUPO DO A.E QUE FICA NO CENTRO DA CIDADE MAIS PRÓXIMO A MINHA CASA.
NO FINAL DE TUDO ISSO MEUS QUERIDOS, MINHA FILHA NÃO QUERIA PARTICIPAR DE JEITO NENHUM DOS GRUPOS DE AJUDA, QUANDO CHEGAMOS LÁ, ELA HAVIA DITO QUE DE QUALQUER FORMA IRÍAMOS SAIR MAU DE LÁ, POIS SE ENTRÁSSEMOS E DESCOBRÍSSEMOS QUE TEM PESSOAS QUE VIVEM EM UMA SITUAÇÃO PIOR QUE A NOSSA SERIA MUITO TRISTE, E SE DESCOBRÍSSEMOS QUE NINGUÉM TEM UMA SITUAÇÃO PIOR QUE A NOSSA, SAIRÍAMOS TRISTE DA MESMA MANEIRA.
DEPOIS QUE SAÍMOS, ELA VEIO EMBORA RINDO TANTO, POIS A SITUAÇÃO SE TORNOU CÔMICA.
MINHA FILHA É MUITO ENGRAÇADA, ATÉ AGORA ELA ESTÁ FAZENDO PIADAS COM A PALESTRA DA REUNIÃO.
ENFIM, ELA DISSE QUE NÃO PODEMOS MAIS RECLAMAR DA VIDA... POIS, IMAGINEM:
EXISTEM PAIS QUE TEM QUE LEVANTAR APÓS A MEIA NOITE E INTERROMPER SEU SONO DE BELEZA (ISSO ELES DISSERAM LÁ) PARA ABRIR A PORTA PARA O FILHO QUE CHEGA MEIA NOITE EM CASA, ISSO SIM É PROBLEMÃO...TER UM ADICTO EM CASA? FICHINHA PERTO DISTO...
ENTENDAM MEUS QUERIDOS, EU NÃO QUERO DESANIMAR NINGUÉM COM ESTA PARTILHA, POIS EU VOU PROCURAR OUTRO GRUPO PARA CONTINUAR NOSSA RECUPERAÇÃO PORQUE AQUELE QUE FOMOS, SEGUNDO MINHA FILHA PARECIA MAIS UMA PEGADINHA...
HAVIA MOMENTOS EM  QUE ELA QUERIA SE LEVANTAR E DIZER: TUDO BEM,TUDO BEM GENTE, JÁ ENTENDEMOS, ISSO AQUI É UMA PEGADINHA NÉ ??CADÊ AS CÂMERAS?? OK, PODEM PARAR AGORA. QUE  HORAS COMEÇA REALMENTE A PALESTRA? CADÊ O GRUPO DE  APOIO?? PODEM SAIR DE ONDE ESTÃO ESCONDIDOS....KKKKKK
GENTE EU NÃO DESISTO NÃO VIU?? VOU PROCURAR ATÉ ENCONTRAR ESTE GRUPO DE AJUDA!!!!
OBRIGADA PELO APOIO DE TODOS, MUITA PAZ E SERENIDADE PARA TODOS NÓS!




sexta-feira, 14 de setembro de 2012

INDO PRA MINHA PRIMEIRA REUNIÃO....

OLÁ MEUS QUERIDOS!!
ESTOU ANSIOSA,  HOJE É O DIA QUE VOU COMEÇAR A PARTICIPAR DA MINHA PRIMEIRA REUNIÃO DO AMOR EXIGENTE... COMO SERÁ QUE É??  SERÁ QUE EU VOU GOSTAR??
NUNCA ME SENTI A VONTADE DE EXPOR MINHA VIDA PARA NINGUÉM, NÃO SEI SE POR TIMIDEZ OU FRUSTRAÇÃO....
ESTOU LEVANDO MINHA FILHA COMIGO. TRANQUEI MEU FAMILIAR ADICTO EM CASA E ELE FICOU CUIDANDO DO MEU PAI...
A REUNIÃO TERMINA AS 11 HORAS,  É UM POUCO LONGE DE CASA, TOMARA QUE VALHA A PENA POIS ESTOU PRECISANDO MUITO DE AJUDA.
MEU DIA HOJE NÃO FOI NADA FÁCIL, NÃO PUDE TRABALHAR PORQUE MEU FAMILIAR ADICTO FICOU DEVENDO R$ 240,00 PARA OS TRAFICANTES E DERAM O PRAZO DE ATÉ HOJE PARA ELE ACERTAR A DÍVIDA, ELE TEVE QUE VENDER O VÍDEO GAME DELE PARA PAGAR .
EU ME RECUSEI Á TRABALHAR PARA PAGAR DÍVIDA DE DROGA DELE, DISSE PARA ELE SE VIRAR E A ÚNICA SAÍDA QUE ELE ENCONTROU FOI ESTA.
NINGUÉM MERECE ESTA VIDA ...
ENFIM, MUITO OBRIGADA A TODOS VOCÊS PELA FORÇA, TORÇAM POR MIM.
QUANDO VOLTAR EU CONTO TUDO...

MUITA PAZ E SERENIDADE PARA TODOS NÓS!

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

ENFIM PRONTA PARA RECUPERAÇÃO!



OLÁ MEUS QUERIDOS!!

HOJE DE MADRUGADA MEU FAMILIAR ADICTO CHEGOU COM A MESMA CONVERSA DE SEMPRE, DIZENDO-SE ARREPENDIDO, QUE ESSA TERIA SIDO A ''ULTIMA VEZ'', QUE NÃO SABIA O QUE ESTAVA ACONTECENDO COM ELE E BLÁ,BLÁ,BLÁ E BLÁ,BLÁ,BLÁ...

TENTEI SER INDIFERENTE, NÃO DEI OUVIDOS, NÃO BRIGUEI, NÃO XINGUEI, NÃO DISCUTI. ENFIM, NÃO DISSE UMA SÓ PALAVRA.

AGI DIFERENTE DE TODAS AS OUTRAS VEZES, ME MANTIVE SERENA E NÃO PERDI MINHA PAZ, MESMO QUANDO ELE ACHOU RUIM QUANDO SOUBE QUE A FILHA FOI ATRÁS DELE NA BIQUEIRA.
DECIDI REALMENTE MUDAR MINHA VIDA, COMEÇANDO PELAS MINHAS ATITUDES...

TRANQUEI A CASA E DEIXEI ELE E MEU PAI (PEDI PARA QUE ELE FIZESSE O FAVOR DE DAR BANHO, TROCAR E DAR COMIDA) E SAI COM MINHA FILHA PARA PAGARMOS ALGUMAS CONTAS E NOS DISTRAIRMOS UM POUCO, COISAS QUE PRATICAMENTE NUNCA FAZÍAMOS, POIS SEMPRE TINHA QUE TER ALGUÉM MONITORANDO O ADICTO DE NOSSA CONVIVÊNCIA.

ENFIM, PASSAMOS O DIA TODO FORA DE CASA, PARA ESFRIARMOS UM POUCO A CABEÇA.
NÃO TENHO CORAGEM DE COLOCAR MEU FAMILIAR ADICTO PARA FORA DE CASA, PORQUE ALÉM DE AMA-LO, ELE NÃO TEM NENHUMA OUTRA FAMÍLIA NO MUNDO, SÓ TEM Á MIM E A FILHA.

TAMBÉM ACHO QUE SE FIZESSE ISSO, MINHA FILHA NÃO TERIA PAZ, POIS INFELIZMENTE TEMOS A CONVICÇÃO DE QUE SE O COLOCARMOS NA RUA ESTAREMOS ASSINANDO SUA SENTENÇA DE MORTE, POIS ALÉM DE ADICTO MEU FAMILIAR TEM SÉRIAS TENDÊNCIAS AO SUICÍDIO E É DEPRESSIVO ( JÁ TENTOU NA NOSSA FRENTE SE JOGANDO NA FRENTE DE UM CARRO EM ALTA VELOCIDADE) SÓ NÃO MORREU POR DEUS, ACHO QUE ESSA DEPRESSÃO FAZ PARTE DA DOENÇA.

QUANDO CHEGUEI DA RUA AGORA POUCO E FALEI COM ELE, DECIDI QUE NÃO IRIA COLOCA-LO NA RUA MAS A PARTIR DAQUELE MOMENTO DISSE  QUE NÃO ME CONSIDERASSE MAIS SUA ESPOSA ENQUANTO ELE NÃO ENTRAR DE FATO EM RECUPERAÇÃO, A PARTIR DE AGORA DORMIREMOS EM QUARTOS SEPARADOS.

DISSE QUE EU NÃO SOU OBRIGADA A CONVIVER COM UMA PESSOA QUE NÃO QUER E NÃO FAZ NADA PARA MUDAR DE VIDA E ENTRAR EM RECUPERAÇÃO.

DISSE TAMBÉM, QUE JAMAIS IRIA DEIXAR ELE ME MANIPULAR NOVAMENTE, E QUE O DIA QUE EU VISSE A VERDADEIRA MUDANÇA NA VIDA DELE, E O REAL DESEJO DE RECUPERAÇÃO, PODERIA MUDAR DE IDEIA E VOLTARÍAMOS A SER UM CASAL NOVAMENTE, PEDI PARA ELE RESPEITAR NOSSA CASA, POIS TUDO TEM LIMITES, E SE ELE CONTINUAR AGINDO DESTA FORMA, INFELIZMENTE TERIA QUE COLOCA-LO PARA FORA DE CASA, MESMO CONTRA VONTADE DA MINHA FILHA. FALEI PARA ELE NEM TENTAR ME MANIPULAR FAZENDO PROMESSAS QUE NÃO PODERÁ CUMPRIR, POIS NÃO ACREDITO EM NENHUMA PALAVRA QUE ELE FALA E INFELIZMENTE NÃO SEI SE ALGUM DIA VOLTAREI ACREDITAR. ESTOU MUITO MACHUCADA COM TUDO ISSO, EU O AMO MUITO, MAS NÃO DÁ MAIS PARA TOLERAR TAIS ATITUDES, DE ALGUMA FORMA PRECISO DE CERTA FORMA FORÇA-LO INDIRETAMENTE A QUERER SE RECUPERAR.

NÃO IMAGINO COMO SERÁ O FIM DESTA HISTÓRIA. NÃO SEI SE MEU FAMILIAR TERÁ O REAL DESEJO DE SE RECUPERAR.

A ÚNICA CERTEZA QUE EU TENHO HOJE, É DE MINHA RECUPERAÇÃO, E ISSO EU QUERO MUITO! E SE EU QUERO EU TENHO CERTEZA QUE POSSO E VOU CONSEGUIR !!!

ENTÃO BORA RUMO A MINHA RECUPERAÇÃO!!

MUITA PAZ E SERENIDADE A TODOS...

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

TENTANDO VIVER...

OLÁ MEUS QUERIDOS!!
EM PRIMEIRO LUGAR EU GOSTARIA AGRADECER A TODOS VOCÊS PELA FORÇA E PELOS CONSELHOS QUE MUITO TEM ME AJUDADO, DEUS ABENÇOE SUAS VIDAS!
SÓ ESTOU ESCREVENDO PRA CONTAR QUE ELE AINDA NÃO VOLTOU E QUE JÁ NEM SEI MAIS DESCREVER O QUE ESTOU SENTINDO...
MINHA FILHA ESTÁ A CADA DIA PIOR, ESTÁ TÃO DOENTE QUANTO EU E TEM MUITO MEDO DO PAI MORRER.
HOJE EU DESCOBRI QUE ELA MATOU AULA PARA PROCURA-LO PELAS BIQUEIRAS DA CIDADE, ANTES ELA FINGIA NÃO SE IMPORTAR, MAS AGORA PARECE QUE REALMENTE ELA ESTÁ VENDO QUE A COISA ESTÁ REALMENTE FICANDO SÉRIA .
MEU DEUS, COMO EU QUERIA QUE ISSO NÃO AFETASSE MINHA FILHA.
NÃO SEI O QUE FAZER, COMO FALAR PRA ELA NÃO SE IMPORTAR OU DESISTIR DO PRÓPRIO PAI?? DIFÍCIL O DESLIGAMENTO NESTA SITUAÇÃO, MAS SEI QUE É POSSÍVEL.
AS VEZES ELA QUER QUE EU SAIA DE MADRUGADA COM ELA PARA PROCURA-LO, MAS EU ME RECUSO, JÁ FIZ MUITO ISSO, HOJE NÃO TENHO MAIS FORÇAS E SEI QUE NÃO É O CORRETO A SE FAZER.
CONTINUEM ORANDO POR MIM POIS PARECE QUE NADA MAIS FAZ SENTIDO, EU NÃO QUERIA ME SENTIR ASSIM, MAS NÃO CONSIGO EVITAR.
ENFIM, SOU UMA CODEPENDENTE!

terça-feira, 11 de setembro de 2012

MENTIRAS E MANIPULAÇÕES!!




OLÁ MEUS QUERIDOS!!
COMO EU COMENTEI EM MEU POST ANTERIOR, ONTEM EU ESTAVA MUITO ANGUSTIADA, COM UM MAU PRESSENTIMENTO.
PARECE ATÉ QUE EU JÁ SABIA QUE ISTO INFELIZMENTE IRIA ACONTECER...
ESTOU MUITO TRISTE E DECEPCIONADA COM MEU FAMILIAR ADICTO COMO ELE TEVE CORAGEM DE MANIPULAR E MENTIR PARA MIM DESTA MANEIRA?
COMO EU HAVIA DITO, TRABALHAMOS O DIA TODO E ESTAVA TUDO ''APARENTEMENTE'' BEM.
NO FINAL DO DIA ELE ME DEU TODO O DINHEIRO (MENTIU, COM CERTEZA ESCONDEU UMA PARTE PARA SE DROGAR) CHEGOU EM CASA TOMOU BANHO E DISSE QUE IRIA PARA REUNIÃO DO NARCÓTICOS ANÔNIMOS, NA HORA EU FIQUEI MUITO FELIZ, POIS EU SEMPRE TIVE O DESEJO QUE ELE FOSSE AS REUNIÕES, MAS  ELE SEMPRE SE ESQUIVAVA E INVENTAVA ALGUMA DESCULPA.
ACHEI ATÉ ESTRANHO O ''REPENTINO INTERESSE''.
MAS ÓBVIO QUE NÃO O IMPEDI DE IR, AFINAL DE CONTAS ESTOU APRENDENDO A SOLTAR A CORDA, A DESAPEGAR.
A VIDA É DELE, E SE ELE REALMENTE TIVESSE TOMADO ESTA DECISÃO EU ESTARIA AGORA MUITO FELIZ.
MAS NÃO, ELE MENTIU, MANIPULOU, SABIA DO MEU DESEJO DELE PARTICIPAR DAS REUNIÕES, E USOU ISTO COMO PRETEXTO PARA SAIR, FOI TUDO PREMEDITADO, NÃO FOI UMA SIMPLES RECAÍDA, FOI MAU INTENCIONADO, ELE REALMENTE NÃO ESTÁ NEM AI E NÃO QUER SE RECUPERAR.
DESCOBRI QUE EU PRECISO DE MAIS AJUDA QUE ELE, PRECISO CUIDAR DE MIM, ESPERO QUE NÃO SEJA TARDE DEMAIS POR EU TER DEIXADO AS COISAS CHEGAREM A ESTE PONTO, SÓ IREI AJUDA-LO QUANDO ELE REALMENTE QUISER E ME PEDIR AJUDA, CASO CONTRÁRIO, NÃO SOU RESPONSÁVEL PELA VIDA E PELAS ESCOLHAS DE NINGUÉM...

MUITO TRISTE E CANSADA, MUITO CANSADA DE TUDO AMIGOS...

FIQUEM COM DEUS !!!

ANGUSTIADA!!


Olá meus queridos!!
Hoje faz 8 dias que meu familiar está limpo graças a Deus.
Mas desde cedo estou tão angustiada, parece que nada esta bom para mim.
Aparentemente está tudo bem, não sei porque me sinto assim, só sei dizer que esse sentimento é horrível, um mal pressentimento, não sei dizer ao certo o que é.
É muito ruim se sentir assim, mas não tem como evitar. Por mais que eu tente ocupar minha mente com coisas positivas, mudar o foco do pensamento, a sensação ruim continua aqui dentro.
Estou plenamente convencida que a codependencia é uma doença tão terrível quanto a dependência química.
Um dia estamos bem, no outro já estamos um caco.
Parece que vivemos esperando que algo ruim aconteça.( Deus é mais)...
Queria muito poder participar de algum grupo de ajuda, mas a doença de meu pai, (Alzheimer) me impede de sair, ele precisa de cuidados em tempo integral.
Sinto que estou precisando muito de ajuda. Sozinha esta difícil conseguir.
Somente Deus pra me ajudar...
Hoje trabalhamos o dia todo.
Agora de tarde ele decidiu que vai começar a participar das reuniões dos Narcóticos Anônimos.
Isso era tudo que eu queria.
Quantos dias passei orando para que ele tivesse esse desejo?
Mas ele sempre foi relutante e nunca quis ir.
De repente do nada ele hoje decidiu começar a ir...
Bem, ele acabou de sair aqui de casa.
Meu coraçao está angustiado, mas seja o que Deus quiser. 
Minha cabeça ta a mil...Será que ele realmente foi ao grupo? Tomara que sim, tomara que mais uma vez eu não me decepcione.
Infelizmente chegou em um ponto em que eu não acredito em mais nada que ele fala.
A culpa não é dele, é a minha doença gritando. Preciso de ajuda.
Perdoem-me pelo desabafo. Precisava partilhar meus sentimentos. Ainda bem que tenho esse cantinho.
Tenho a consciência que preciso cuidar de mim, estou completamente adoecida. Estou procurando passar por isso com o pouco de força que ainda tenho.
Nunca imaginei que seria tão dificil e doloroso.
Paz e serenidade a todos nós.

domingo, 9 de setembro de 2012

SÓ POR HOJE!






Só por hoje pude abrir minha mente e compreender que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, (realidade).

Então pude relaxar.
Só por hoje pude perceber que meu sofrimento emocional é um sinal de que estou indo contra as minhas verdades.
Só por hoje parei de desejar e fazer apenas minhas vontades e que a minha vida fosse diferente, e comecei a ver que tudo o que acontece nela contribui para o meu crescimento.
Só por hoje comecei a perceber como é ofensivo tentar mudar alguma coisa ou alguém, então entrego à Deus ( inclusive EU mesmo ).
Só por hoje comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável: pessoas, tarefas, lugares, hábitos, crenças e qualquer coisa que me pusesse pra baixo. Minha razão chamou isso de egoísmo.
Mas só por hoje eu sei que é amor-próprio.
Só por hoje deixei de temer meu tempo livre e desisti de fazer planos.
Só por hoje faço o que acho certo e no meu próprio ritmo (vou com calma mas vou).
Só por hoje desisti de querer ter sempre razão, ser o dono da verdade e com isso estou errando menos.
Só por hoje vou me lembrar do meu passado e desisti de ficar revivendo ele e de me preocupar com o futuro. 
Isso me faz viver só por hoje e me mantém limpo, no presente, que é onde a vida acontece.
Só por hoje percebi que a minha mente doente pode me trair, atormentar e me decepcionar.
Mas quando eu coloco primeiro eu a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
SÓ POR HOJE SOU GRATO A DEUS E PELA VIDA.

SÓ POR HOJE!

QUE TODOS TENHAM UM DOMINGO REPLETO DE PAZ E SERENIDADE , E FELIZ 24 HORAS!!!

sábado, 8 de setembro de 2012

FINAL DE SEMANA COM A FAMÍLIA!



BOA NOITE PESSOAS QUERIDAS!!
ESPERO QUE TODOS VOCÊS POSSAM ESTAR VIVENDO UM MOMENTO DE PAZ E SERENIDADE ASSIM COMO EU NESTE MOMENTO.

SÓ POR HOJE ESTÁ TUDO TRANQUILO EM CASA, E EU APRENDI DEPOIS DE TUDO QUE JÁ PASSEI, A AGRADECER A DEUS PELOS MOMENTOS DE PAZ, MESMO QUE ELES DUREM APENAS ALGUMAS HORAS, HOJE FAZEM 4 DIAS QUE MEU MARIDO ESTÁ LIMPO, E ATÉ AGORA NÃO TEVE NENHUMA CRISE  CAUSADA PELA ABSTINÊNCIA.(GRAÇAS A DEUS) 

ESPERO QUE CONTINUE ASSIM. 
SEGUNDA-FEIRA, ELE VAI PASSAR PELO MÉDICO PARA ENFIM COMEÇAR A TOMAR OS MEDICAMENTOS DE SEU TRATAMENTO (MUITO FELIZ POR ISSO)

ENFIM, ESTOU VIVENDO UM DIA DE CADA VEZ, MAS SEM CRIAR GRANDES EXPECTATIVAS PARA NÃO ME DECEPCIONAR NOVAMENTE, ESTOU APRENDENDO A PENSAR SOMENTE NO DIA DE HOJE, POIS O AMANHÃ PERTENCE A DEUS!!

QUE TODOS VOCÊS TENHAM UM FIM DE SEMANA EM PAZ E COM MUITA SERENIDADE...


FORTE ABRAÇO

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

ACREDITAR E AGIR!!


Um viajante caminhava pelas margens de um grande lago de águas cristalinas e imaginava uma forma de chegar até o outro lado, onde era seu destino.
Suspirou profundamente enquanto tentava fixar o olhar no horizonte. A voz de um homem de cabelos brancos quebrou o silêncio momentâneo, oferecendo-se para transportá-lo. Era um barqueiro.
O pequeno barco envelhecido, no qual a travessia seria realizada, era provido de dois remos de madeira de carvalho.
O viajante olhou detidamente e percebeu o que pareciam ser letras em cada remo. Ao colocar os pés empoeirados dentro do barco, observou que eram mesmo duas palavras.
Num dos remos estava entalhada a palavra acreditar e no outro, agir.
Não podendo conter a curiosidade, perguntou a razão daqueles nomes originais dados aos remos.
O barqueiro pegou o remo, no qual estava escrito acreditar, e remou com toda força.
O barco, então, começou a dar voltas, sem sair do lugar em que estava.
Em seguida, pegou o remo em que estava escrito agir e remou com todo vigor.
Novamente o barco girou em sentido oposto, sem ir adiante.
Finalmente, o velho barqueiro, segurando os dois remos, movimentou-os ao mesmo tempo e o barco, impulsionado por ambos os lados, navegou através das águas do lago, chegando calmamente à outra margem.
Então, o barqueiro disse ao viajante:
Este barco pode ser chamado de autoconfiança. E a margem é a meta que desejamos atingir.
Para que o barco da autoconfiança navegue seguro e alcance a meta pretendida, é preciso que utilizemos os dois remos, ao mesmo tempo, e com a mesma intensidade: agir e acreditar.
Não basta apenas acreditar, senão o barco ficará rodando em círculos. É preciso também agir, para movimentá-lo na direção que nos levará a alcançar a nossa meta.
Agir e acreditar. Impulsionar os remos com força e com vontade, superando as ondas e os vendavais e não esquecer que, por vezes, é preciso remar contra a maré.


E você? Está remando com firmeza para atingir a meta a que se propôs?
Se o barco da sua autoconfiança está parado no meio do caminho ou andando em círculos, é hora de tomar uma decisão e impulsioná-lo com força e com vontade.
Lembre que só você poderá acioná-lo utilizando-se dos dois remos: agir e acreditar.

Caso você ainda não tenha uma meta traçada ou deseje refazer a sua, considere alguns pontos:
verifique se os caminhos que irá percorrer não estarão invadindo a propriedade de terceiros;
se as águas que deseja navegar estão protegidas dos calhaus da inveja, do orgulho, do ódio;
e, antes de movimentar o barco, verifique se os remos não estão corroídos pelo ácido do egoísmo.
Depois de tomar todas estas precauções, siga em frente e boa viagem.

""PLANO DE PREVENÇÃO A RECAÍDA""

OLÁ MEUS QUERIDOS!!
VOU COMPARTILHAR COM VOCÊS ESTE POST QUE ACHEI MUITO INTERESSANTE E QUE ME ESCLARECEU ALGUMAS DUVIDAS SOBRE A ADICÇÃO...(3 DIAS QUE MEU MARIDO ESTA LIMPO GRAÇAS A DEUS) MUITA PAZ E SERENIDADE PARA TODOS E UM ÓTIMO FIM DE SEMANA!


O QUE SIGNIFICA
1. Estabilização — Voltar ao auto-controle e ao meu comportamento
Estabilização: antes de fazer o plano de prevenção de recaída deve-se estar no controle de si mesmo.
Estabilização significa reconquistar o controle dos pensamentos, emoções memória, julgamento e comportamento após ter recaído. E uma hora de crise para o adicto e sua família. A recaída quebrou sua vida. E normal que a pessoa se sinta assustado, zangado, desapontado e culpado. O adicto precisa de ajuda. Precisa se voltar para pessoas em quem confia e de que depende e que pode ajudar a tomar os passos necessários para estabelecer sua sobriedade.
Se for incapaz de manter um controle consistente de seus pensamentos, emoções e comportamentos deveria consultar um consultor profissional ou centro de tratamento. Pode precisar de ajuda profissional para conseguir se estabilizar.
2. Avaliação — Precisa entender, com a ajuda dos outros, o que ocasionou o episódio de recaída.
Avaliação: O segundo passo do plano de prevenção de recaída é descobrir o que ocasionou a recaída. Isto é feito revisando a historia de uso de químicos, assim como os sinais de aviso específicos e sintomas que ocorrem durante tentativas de conseguir abstinência.
Esta informação fornecerá indícios do que foi feito errado e o que pode ser feito diferente para melhorar suas chances de sobriedade permanente. Lembre-se que seu passado é seu melhor professor. Se você falha em aprender com seu passado, você é condenado a repeti-lo.
3. Educação — Preciso aprender sobre o processo de recaída e como preveni-lo.
Educação — para prevenir recaída é preciso entende-las. Quanto mais informações possuir sobre adicção, recuperação e recaída, mais ferramentas você terá para manter sobriedade.
É necessário entender os sintomas de abstinência demorada o que lhe coloca num alto risco de desenvolve-la, o que pode aciona-la o que se precisa para preveni-la o lidar com ela.
Deve familiarizar-se com os sinais de aviso e ser capaz de dar exemplos deles e coloca-los nas próprias palavras para ter certeza de entende-los. Você já começou o processo de educação lendo este livro. Mas somente ler não é suficiente; Os conceitos apresentados neste livro precisam ser revisados e discutidos com outras pessoas. Um consultor em dependência química credenciado, deveria estar envolvido em ajudar a rever este material. Se isto não for possível, o padrinho no A.A. ou outro adulto que leu este livro e não tem um problema de dependência química pode lhe ajudar a rever e aplicar esta informação.


Lembre-se, o programa de educação não está completo ate que o adicto seja capaz de aplicar honestamente francamente a informação que aprendeu da própria vida e das atuais circunstancias da mesma. Adicção é a doença da negação. Sem o envolvimento de outros, no processo de educação, a negação pode impedi-lo de reconhecer o que acontece realmente.
4. Identificação dos sinais de aviso — Preciso identificar os sinais de aviso que me dizem que tenho problema com minha sobriedade.
Toda pessoa tem um conjunto pessoal e único de sinais que indicam que o processo de recaída esta acontecendo. Estes são sinais para o próprio e para os outros que existe processo de recaída, ou desenvolvimento de outros sintomas. Identificação dos sinais de aviso é o processo de identificar os problemas e sintomas que podem levar a recaída. Problemas podem ser situações internas ou externas ao adicto.
Sintomas podem ser problemas de saúde, problemas de pensamento, problemas emocionais, de memória ou de julgamento e comportamento adequado. E preciso desenvolver uma lista de sinais de aviso pessoais ou de indicações de que pode estar em perigo. A lista de avisos deve ser desenvolvida de experiências das recaídas passadas.
Da lista de sinais escolha cinco que se aplicam ao adicto. Coloque-os nas próprias palavras do adicto e escreva uma declaração sobre cada um que descreva sua própria experiência. Você precisa ter uma lista de indicadores e especificar o que esta saindo de uma vida produtiva e confortável, para começar a se mover para a recaída.
5. Administração dos sinais de aviso — Preciso ter planos concretos para prevenir e parar os sinais de aviso.
Administração dos sinais de aviso: cada sinal de aviso na verdade é um problema que precisa prevenir ou resolver desde que acorra. Se você quer evitar um problema, precisa revisar cada sinal de aviso e responder a questão: Como posso evitar que este problema aconteça?
É necessário lembrar que adicção é uma doença com tendência á recaída. Isto significa que qualquer adicto em recuperação terá uma tendência a experimentar problemas ou sinais de aviso que podem levar-lo de volta ao uso aditivo.
Uma vez que se saiba e aceite este fato, pode-se planejar o inevitável. Haverá problemas e sinais de aviso de recaída. Se você quer evitar a recaída você precisa ver cada sinais de aviso que experimentou no passado e formular um plano para lidar com eles. E essencial que se estabeleça novas respostas para identificar sinais de aviso de recaída. Determinar o que se ira fazer quando reconhecer que um sinal de aviso está acontecendo em sua vida. Como pode ser interrompida a síndrome de recaída? Que ação positiva pode se tomar que removera o sinal de recaída? Liste varias opções ou possíveis soluções para remover o problema. Listar várias alternativas dará mais chances de se escolher solução e dar alternativas se a primeira escolha não funcionar. Escolha uma opção razoável que pareça oferecer a melhor possibilidade de interromper o processo de recaída. Esta será a resposta nova quando perceber um sinal de recaída em particular.
Pratique cada nova resposta até se tornar um habito. Se a nova resposta estiver disponível para na hora de stress alto, haverá a necessidade de pratica-lo na hora em que o stress estiver baixo.
Pratique e pratique até que a resposta torne-se um hábito. Se a resposta nova falhar para interromper o sinal de aviso, estabeleça um plano novo mais efetivo.
Não se pode permitir aditar um plano para interromper os sinais se eles ocorrerem. Se não se possuir um plano, não será capaz de interrompe-los quando ocorrerem.
6. Treinamento do inventário — Preciso fazer um inventário duas vezes por dia para que possa perceber os primeiros sinais de problemas e corrigir os problemas antes que fiquem fora de controle.
Treinamento do inventario: Qualquer programa de recuperação com sucesso envolve um inventaria diário. O 10o. Passo do A.A. lembra-nos que devemos continuar a fazer um inventário pessoal e quando estivermos errados admiti-los prontamente. Um inventário diário é necessário para ajudar a identificar os sinais de aviso de recaída antes da negação ser reativada. Qualquer sinal de recaída e ser1 o porque pode ser o primeiro passo para voltar a beber ou ter colapso emocional e físico. Sem um inventado diário o adicto ira ignorar os sinais iniciais, e então será incapaz de interromper a síndrome da recaída quando se torna mais aparente.
Para um plano de prevenção de recaída é necessário projetar um sistema de inventário especial que monitora os sinais de aviso de uma recaída em potencial.
Desenvolva unia maneira para incorporar este sistema de inventaria na vida no dia-a-dia. Agora você tem uma lista dós sinais de aviso pessoais. Como você vai determinar se algum destes sintomas for ativado em sua vida?
Para que um inventado diário se torne um habito, recomendamos que se estabeleça dois rituais para o inventado diário. O primeiro deveria ser pela manhã. Abra um espaço de 5 a 10 minutos para ler a meditação no livro 24 horas e fazer um resumo de seus planos para o dia. Pergunte-se se você está preparado para este dia e o que você pode fazer que lhe ajudará fisicamente e emocionalmente a enfrentar os desafios do dia e manter uma sobriedade confortável. O segundo ritual de inventário dever ia ocorrer á noite. Reveja as tarefas do dia, identifique o que você manuseou bem e o que precisa melhorar.


Que forças você usa para enfrentar os desafios do dia? Como você pode reforçar e aumentar sua força? Que fraqueza ficou aparente e como você pode corrigir os defeitos e melhorar nestas áreas?
Olhe cuidadosamente na sua lista de sinais de recaída pessoal. Alguns deles estão presentes em sua vida? O que você esta fazendo para corrigir estas situações? Existem outros sinais de aviso que podem ser acrescentados a sua lista?
Pode ser útil manter um diário para rever seu progresso na recuperação e para acompanhar os sinais de recaída. Isto ajudara a ver que você se esta fazendo progresso na recuperação progresso porque lutamos. Afinal, não por perfeição.
Apenas saber quais são os seus sinais de aviso não irão necessariamente lhe ajudar. Lembre-se que os sinais de recaída se desenvolvem inconscientemente. `Você não sabe que eles estão acontecendo. Um inventário é uma maneira para rever conscientemente o que acontece no dia. Através de um inventário feito duas vezes de manhã e á noite é possível perceber os sinais de recaída, e fazer algo para pará-los antes de perder o controle.
7. Rever o programa de recuperação — Preciso rever meu programa de recuperação atual para
ter certeza de que existe ajuda para tratar com meus sinais de aviso.
REVER O PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO
Recuperação e recaída são os lados opostos da mesma moeda. Se você não esta se recuperando, você esta em perigo de recair. Um bom programa de recuperação é necessário para evitar à recaída. Seu programa de recuperação anterior funciona bem para você?
Como pode ser melhorado é necessário aprender a se desafiar na vida diária. O adicto conhece sua adicção e sabe lidar com os sintomas? Presta atenção a todas suas necessidades de saúde? Está fazendo todo o necessário para se recuperar?
É necessário desenvolver um novo programa de recuperação baseado no que funcionou e do que não funcionou no passado.
Para cada problema, sintoma ou sinal de aviso que se identifique precisa-se ter certeza de que há alguma coisa no programa de recuperação para ajudar a lidar com isto.
8. Envolvimento com os outros — Preciso pedir aos outros que me ajudem a continuar sóbrio, falando-lhes sobre os meus sinais de aviso e pedindo por um retorno se eles verem quaisquer sinais aparecerem.
Envolvimento de pessoas significativas. Você não pode se recuperar sozinho. Recuperação total envolve a ajuda e apoio de uma variedade de pessoas. E necessário ajuda de outras pessoas para ter sucesso num plano de prevenção de recaída. O processo de recaída muitas vezes é um processo totalmente inconsciente. Apesar de um inventario diário pode se não ver o que esta acontecendo. Por isso é importante envolver outras pessoas nos planos de prevenção de recaída.
Membros da família, colegas de trabalho e companheiros de A.A/NA. podem ser muito úteis em ajudar a reconhecer sinais de aviso enquanto ainda é possível fazer algo sobre eles. Para que os outros possam ajudar, eles precisam conhecer os sinais de aviso e se preocupar o bastante para ter disposição de falar ao adicto quando percebem estes sinais de aviso.
E necessário estar disposto a falar com estas pessoas regulamente para que eles possam notar quando algo está errado e agir sobre o que eles dizem.
Selecione pessoas significativas na vida do adicto para ficarem envolvidas na prevenção de recaída. Podem ser os membros mais próximos da família, um patrão que o apóia, um padrinho do A.A., ou amigo do A.A.
Faça uma lista das pessoas com quem se tem um contato diário. Escolha desta lista as pessoas que você acha que seriam importantes para lhe ajudar a continuar sóbrio e evitar a recaída. Estas pessoas formam a rede de intervenção. Determine como cada pessoas interagiu com o adicto no passado, quando mostrou sintomas de recaída. Foram úteis à sobriedade? O que poderia fazer que seria mais útil a sua sobriedade? Agora determine o que você gostaria que estas pessoas fizessem na próxima vez que forem reconhecidos os sintomas de recaída.
Reúna as pessoas da vida do adicto para a reunião. Explique a eles lista de sinais de aviso pessoais e forme um contrato com cada pessoa de apoio sobre o que ele deverá fazer quando os sintomas de recaída forem percebidos e o que eles farão se o adicto começar a usar. O que se quer que eles façam e o que eles estão dispostos a fazer se a negação for reativada e se ficar incapaz de reconheces que existe um problema?
A rede de intervenção deveria ensaiar ou representar uma situação quando o adicto pode ficar numa pior. Representar uma situação na qual se esta mostrando sinais de aviso e então negar estes sintomas. A pessoa precisa ensaiar o que ele precisa fazer para ajudar a interromper a síndrome de recaída.
Permita a rede de intervenção participar na sua recuperação. Encoraje-os a apoiar o programa de recuperação e a rejeitar apoio a seus sintomas de aviso de recaída. Lembre-se também, que os membros da família também estão se recuperando. E preciso conhecer suas necessidades e assumir um forte compromisso para atende-lo em seus próprios programas de recuperação.
9. Acompanhamento e reforço — Preciso revisar meu plano de prevenção de recaída em intervalos regulares à medida que cresço e mudo na recuperação.
ACOMPANHAMENTO E REFORÇO:
Adicção não tem cura. Ela é uma doença crônica. Recuperação da adicção é uma maneira de vida. Como o plano de prevenção de recaída é parte da recuperação, também precisa tomar-se uma maneira de vida. O plano de prevenção de recaída precisa ser integrado em toda a vida e em todos aspectos da sua recuperação do adicto.
O plano de prevenção de recaída precisa ser compatível com A.A/NA. e outros grupos de apoio que se usa para progressiva sobriedade.
Deve também ser compatível com o programa de tratamento e da família.
Prevenção de recaída precisa ser praticada ate toma-se um habito. Todos somos escravos de nossos hábitos. A única liberdade que podem ter e escolher com cuidado os hábitos dos quais ficaremos escravos. Para a pessoa em recuperação é especialmente real que existe liberdade na estrutura. Somente no habito e na estrutura de um programa de sobriedade diário é que se pode conseguir a liberdade da escravidão da adicção.
E preciso estar disposto e revisar e atualizar o plano de prevenção de recaída em intervalos regulares e estar dispostos a reconhecer novos problemas que ameaçam a sobriedade. Plano de prevenção de recaída é um processo que deveria tonar-se uma parte integral da recuperação.
A conseqüência será a liberdade para gozar sobriedade confortável e a garantia que se tem um conhecimento de recaída, que se pode identificar os próprios sinais de aviso, e que se tem um plano de ação permitir que estes sinais de aviso se desenvolvam.
AS FASES E SINAIS DE AVISO DA RECAÍDA
(Sintomas da disfunção externa)O processo de recaída leva a pessoa em recuperação a sentir dor e desconforto sem o químico. Esta dor e desconforto ficam tão fortes que a pessoa em recuperação fica incapaz de viver normalmente quando não bebe ou usa e sente que beber não pode ser pior que a dor de continuar sóbrio.
Trinta e sete sinais de recaída foram identificados em 1973 por Terence Gorski pela conclusão de entrevistas clinicas com 118 pacientes em recuperação. A pessoa em recuperação tem quatro coisas em comum -
a pessoa completa um programa de reabilitação de alcoolismo de 21 a 28 dias;
reconheceu que é uma pessoa em recuperação e não pode usar álcool/drogas com segurança;
foi dispensada com a intenção consciente de ficar sóbrio permanentemente, se utilizados de Alcoólicos Anônimos/Narcóticos Anônimos e o aconselhamento profissional no ambulatório;
finalmente volta a beber, apesar de seu compromisso inicial de permanecer sóbrios.
Os sintomas mais comuns relatados nesta Pesquisa clínica foram compilados num quadro de Recaída retratando os sinais de aviso da recaída.
Esses sinais foram divididos em 11 fases e a redação mudou um pouco para ser entendia com mais facilidade.
FASE UM – SINAIS DE AVISO DE RECAÍDA INTERNOS.
Nesta fase a pessoa em recuperação se sente incapaz de funcionar normalmente dentro de si mesmo. Os sintomas mais comuns são:
1.1 — Dificuldade De Pensar Com Clareza.
A pessoa em recuperação muitas vezes tem dificuldade em pensar com clareza ou resolver problemas, geralmente simples. Às vezes sua mente age com pensamentos rígidos e repetitivos. Outras vezes sua mente parece se fechar ou dar brancos. Tem dificuldades de se concentrar ou pensar logicamente por mais que alguns minutos. Por isso nem sempre está seguro de como uma coisa se relaciona ou afeta outras coisas. Também tem dificuldade em decidir o que fazer a seguir para lidar com sua vida e recuperação. Às vezes é incapaz de pensar claramente e tende a tomar decisões, que não tomaria se o pensamento estivesse normal.
1.2— Dificuldades Em Lidar Com Sentimentos E Emoções.
Na recuperação a pessoa que tem dificuldades em lidar com seus sentimentos e emoções. Às vezes super-regra emocionalmente (sentem demais). Às vezes fica emocionalmente insensível (sentem muito pouco) e não é capaz de saber o que está sentindo. Em outras vezes ainda, tem pensamentos estranhos e malucos, sem razão aparente (sentem coisas erradas) e começa a pensar que vai ficar louco. Este problema de lidar com os sentimentos e emoções leva-o a experimentar e confia em seus sentimentos e emoções, muitas vezes há ignora-los ou esquece-las. Às vezes a incapacidade de lidar com os sentimentos e emoções, leva-o a reagir de maneira que não agir, se seus sentimentos fosse admitidos apropriadamente

1.3 – Dificuldade Em Lembrar Coisas.
A pessoa em recaída em recuperação tem problemas de memória e o impede de apreender informações novas e habilidades, a coisas novas que apreende tende a se dissolver de sua mente dentro de 20 minutos após apreende-la.
Tem problemas para se lembrar de fatos importantes da infância, adolescência ou como adultos. Às vezes se lembrar tudo claramente. Sente-se bloqueados, grudados ou desligados da memória. Às vezes esta mesma memória, não em mente. Às vezes a incapacidade de lembrar coisas levando tomar decisões que não tomaria se sua memória estivesse funcionando bem.
1.4- Dificuldade Em Lidar Com O Stress.
A pessoa em recuperação tem dificuldade em lidar com o stress. Não consegue reconhecer os menores sinais do stress diário. Quando reconhece o stress é incapaz de relaxar. As coisas que a pessoa faz para relaxar ou não funciona ou piora seu stress. A pessoa fica tão tensa que não consegue controla-lo. Devido à tensão constante existem dias em que o esforço torna-se tão forte que é incapaz de funcionar normalmente e sente que vai ter um colapso físico ou emocional.
1.5 — Dificuldade Em Dormir Tranqüilamente.
Na recuperação a pessoa tem dificuldade em dormir tranqüilamente. Não consegue dormir. Quando dorme tem sonhos incomuns e perturbadores. Acorda muitas vezes e tem dificuldade de voltar e dormir. Dormir intermitentemente e raramente experimenta um sono profundo e reparador. Acorda de uma noite de sono e se sente cansado e muda as horas do dia em que descansa. Às vezes fica acordado ate tarde devido à incapacidade de dormir e então dorme demais porque está cansado demais para se levantar de manhã. Às vezes fica tão cansado que dorme por longos períodos, dormindo até um dia inteiro ou mais.
1.6 — Dificuldades com A Coordenação Física e Acidentes.
Na recuperação a pessoa tem dificuldades com a coordenação física que resulta em tonturas, problemas de equilíbrio, dificuldades de coordenação entre os olhos e as mãos, ou reflexos fracos. Estes problemas criam idiotismo, bobo e tolo e propensão a acidentes que leva a outros problemas que não teriam se sua coordenação fosse normal.
1.7 – Vergonha, Culpa e Desesperança.
Às vezes a pessoa em recuperação sente muita vergonha porque acha que está louco, perturbado emocionalmente, deficiente como pessoa, ou incapaz de ser ou sentir-se normal. Outras vezes sente culpa porque acha que está fazendo alguma coisa errada ou falhando em trabalhar um programa de recuperação apropriado. A vergonha e a culpa leva-o a esconder os sinais de aviso e para de falar honestamente com os outros sobre o que estão experimentando. Quando mais a pessoa mantém escondidos, mais fortes os sinais de aviso se tornam. A pessoa tenta lidar com estes sinais de aviso, mas falha. Por isso começa a acreditar que não tem e não existe mais esperança.
FASE DOIS – VOLTA À NEGAÇÃO
Nesta, fase a pessoa não é capaz de reconhecer e falar honestamente aos outros o que está pensando ou sentido. Os sintomas mais comuns são -
2.1 – Preocupação Sobre O Bem — Estar.
Os sinais de aviso internos leva a pessoa a sentir-se inquieta, assustada e ansiosa. Às vezes tem medo de não ser capaz de continuar sóbrio. Esta inquietação vem e vai, e geralmente dura pouco tempo.
2.2 — Negação Da Preocupação.
Para suportar estes períodos de preocupação, medo e ansiedade pode ignorar ou negar estes sentimentos, da mesma maneira que antes negava a adição. A negação pode ser tão forte que não tem consciência dela enquanto a mesma esta acontecendo. Mesmo quando está consciente dos sentimentos, a pessoa esquece logo e se vão. Somente quando pensa de volta na situação mais tarde é que é capaz de reconhecer os sentimentos de ansiedade e sua negação.
FASE TRÊS – IMPEDIMENTOS E COMPORTAMENTOS DEFENSIVO
Nesta fase a pessoa em recuperação não quer pensar sobre qualquer coisa que possa trazer de volta os sentimentos dolorosos e desconfortáveis. Por isso começa evitar tudo que possa força-lo a uma honesta olhada em si mesmo. Quando são feitas perguntas diretas sobre seu bem-estar, a pessoa tende a ficar na defensiva. Os sintomas mais comuns são:
3.1 — Acreditar Que Eu Nunca Mais Vou Beber:
A pessoa em recuperação se convence que nunca mais vai usar ou beber novamente. Algumas vezes fala isto a outras pessoas, mas geralmente mantêm isto só para si. Pode ter medo de falar sobre isto só para si. Pode ter medo de falar sobre isto para seu consultor ou para outros membros de A.A/NA. quando acredita firmemente que nunca mais vão beber ou usar, a necessidade por um programa de recuperação diário parece menos importante.
3.2 — Se Preocupa Com Os Outros Em Vez De Si Próprios.
Fica mais preocupado com a sobriedade dos outros do que de com a sua recuperação pessoal. Não fala diretamente sobre estas preocupação, mas em particular julga – a maneira de beber dos amigos e do cônjuge, assim como o programa de recuperação das outras pessoas. No A.A/NA. isto se chama trabalhando com o programa dos outros.
3.3 — Ficar na defensiva
Pode ter uma tendência para se defender quando fala dos problemas pessoais ou de seu programa de recuperação mesmo quando nenhuma defesa é necessária.
3.4 — Comportamento Compulsivo
Pode tonar-se compulsivo [ obcecado - ou seja com idéias fixas ou rígidas ] na maneira que pensa ou se comporta. Existe uma tendência de fazer as mesmas coisas varias vezes, sem uma boa razão. Existe uma tendência de controlar conversas ou por falar demais, ou por não falar nada. Tende a trabalhar mais que o necessário, se envolve em muitas atividades e pode parecer um modelo de recuperação devido a um forte envolvimento no trabalho dos 12 Passos de A.A/NA, pode ser um líder em aconselhar os grupos, representando um terapeuta. Envolvimento casual ou informal com as pessoas, porem evitado.
3.5 — Comportamento Impulsivo
Estruturas do comportamento compulsivo começa a ser interrompidas por reações impulsivas. Em muitos casos são reações a situações Extressantes. Situação de stress alto duram bastante tempo geralmente resultam em comportamento impulsivo. Muitas vezes estas super reações ao stress forma a base de decisões, que afetam áreas importantes da vida e compromissos para continuar o tratamento.
3.6 — Tendência À Solidão.
Começar a gastar mais tempo sozinho. Sempre tem boas razões e desculpas para ficar longe das pessoas. Estes períodos de ficar sozinho começa a ocorrer mais vezes e começa a sentir-se cada vez mais sozinho. Em vez de lidar com a solidão, tentando se encontrar ou ficar junto das pessoas, seu comportamento torna-se mais compulsivo e impulsivo.
FASE QUATRO – CONSTRUINDO A CRISE
Nesta fase a pessoa em recuperação começa a experimentar uma seqüência de problemas na vida causados pela negação de sentimentos pessoais, a se isolar e a negligenciar os problemas e trabalhar duro nisto, surgem dois problemas para substituir cada problema resolvido. Os sinais de aviso mais comuns que ocorrem neste período são:
4.1- Visão De Túnel
Visão de túnel é ver somente uma pequena parte da vida e não conseguir uma visão panorâmica. A pessoa em recuperação vê à vida como sendo feita de partes separadas e sem relação. Focaliza em uma parte sem olhar as outras partes, ou como estão relacionadas. Às vezes isto cria a crença errada da que tudo está seguro e indo bem. Outras vezes leva a ver só o que esta indo errado. Pequenos problemas explodem e ficam fora de proporção. Quando isto acontece começam a acreditar que está sendo tratado injustamente e não tem poder para fazer nada sobre isto.
4.2 — Depressão Secundária (Leve).
Sintomas de depressão começa a aparecer e a persistir. Pode sentir-se para baixo, triste, apático, vazio de sentimentos. Dormir demais se torna comum. É capaz de se distrair destes humores, ficando ocupado com outras coisas e não falando sobre a sua depressão.
4.3 — Deixar De Planejar Construtivamente
Pode parar de planejar cada dia e o futuro: muitas vezes interpreta mal o lema de A.A/NA – Viva um dia de cada vez, significando que a pessoa não deve planejar ou pensar sobre o que vão fazer. Cada vez menos atenção é prestada aos detalhes. Fica apático. Planos são baseados mais em fatos que gostaria que fosse realidade (como gostaria que fossem as coisas) do que a realidade (como as coisas realmente são).
4.4 — Planos Começam A Falhar.
A pessoa faz planos que não são realistas e sem prestar atenção em detalhes, os planos começam a falhar. Cada fracasso causa novos problemas na vida. Alguns destes problemas são parecidos aos que acontece quando bebiam. Tipicamente incluem problemas conjugais, sociais e dinheiro. Muitas vezes se sente culpado e com remorso quando estes problemas ocorrem.
FASE CINCO – IMOBILIZACÃO
Nesta fase a pessoa em recuperação é incapaz de iniciar uma ação. Passa pelos movimentos da vida, mas é controlado em vez de controlar a vida.
5.1 – Devaneios E Ilusões
Fica mais difícil se concentrar. A síndrome da palavra [ se ] fica mais comum na conversa.
Começa a ter fantasias de fuga ou de ser socorrido por algo improvável de acontecer.
5.2 — Sentimentos De Que Nada Pode Ser Solucionado.
Um senso de fracasso começa a se desenvolver. O fracasso pode ser real ou imaginário. Pequenos fracassos são exagerados e aumentam de proporção. A crença de que fiz o melhor que pude, e a recuperação não esta funcionando começa a se desenvolver.
5.3 — Desejo Imaturo De Ser Feliz.
Um vago desejo de ser feliz ou ter as coisas funcionando. Usa de um pensamento mágico. Deseja que as coisas melhorem sem fazer nada para melhora-las, sem pagar o preço. para que as coisas melhorem.
FASE SEIS – CONFUSÃO E SUPER -REAÇÃO
Neste período a pessoa em recuperação tem dificuldades em pensar claramente. Fica perturbado consigo própria e com as pessoas ao seu redor. Fica limitada e super-reagem às pequenas coisas. Os sinais de aviso mais comuns nesta fase são:
6.1 —Período De Confusão
Período de confusão torna-se mais freqüentes, duram mais, e causam mais problemas. A pessoa em recuperação fica zangada consigo pela sua incapacidade de resolver as coisas.
6.2 — Irritação Com Os Amigos.
As relações com os amigos, consultores e membros de A.A/NA. ficam tensas. A pessoa em recuperação pode se sentir ameaçada quando os outros falam sobre as mudanças que estão notando em seu comportamento e humor. Os conflitos aumentam, apesar de seus esforços para resolve-los. Começa a sentir-se culpado e com remorso sobre seu papel nestes conflitos.
6.3 — Irritado Facilmente.
Pode experimentar episódios de raiva, frustração, ressentimentos e irritabilidade sem uma razão real, reação exagerada a pequenas coisas ficam freqüentes. O stress e a ansiedade aumentam devido ao medo de que a super reação, pode resultar em violência. O esforço para se controlar aumenta o stress e a tensão.
FASE SETE – DEPRESSÃO
Neste período a pessoa em recuperação fica tão deprimida que tem dificuldade de se manter na rotina diária.

Às vezes pode ter pensamentos de suicídio, beber ou usar drogas como uma maneira de terminar com a depressão. A depressão é muito forte e persistente e não pode ser ignorada facilmente ou escondida dos outros. Os sinais de aviso mais comuns que ocorrem neste período são:
7.1 — Hábitos Alimentares Irregulares.
Pode começar a comer demais ou comer pouco. Existe perda ou ganho de peso. Para de ter refeições regulares e substitue uma dieta nutritiva e bem balanceada por comida ruim.
7.2 — Falta De Iniciativa
Pode haver períodos em que é incapaz de iniciar ou de fazer qualquer coisa. Nestas horas é incapaz de se concentrar, sente-se ansioso, medroso e inquieto, e muitas vezes preso e sem saída.
7.3 — Hábitos De Sono Irregulares.
Pode ter dificuldades para dormir ou ficar inquieto e caprichoso quando querem dormir.
O sono muitas vezes é marcado por sonhos estranhos e assustadores. Devidos ao cansaço pode dormir de
12 a 20 horas de cada vez. Estas maratonas de sono acontecem cada 6 a15 dias.
7.4 — Perda Da Estrutura Diária .
A rotina diária fica acidental. Deixa de se levantar e ir para a cama nas horas regulares. Às vezes não pode dormir, e isto leva a dormir demais em outros dias. Os horários das refeições ficam irregulares. Fica mais difícil manter compromissos e planejar eventos sociais. Sente-se apressado e sobrecarregado, e em outras horas não tem nada fazer. É incapaz de dar seguimento a um plano e de decisões, e experimentar tensão, frustração, medo ou ansiedade que não o deixe fazer o que precisa ser feito.
7.5 — Período De Profunda Depressão.
Se sente deprimido mais vezes. A depressão fica pior, dura mais e interfere com a vida. É tão grande que pode ser notada pelos outros e não pode se negada facilmente. A depressão é mais forte nas horas não planejadas e não estruturadas. Fadiga, fome e solidão tornam a depressão pior. Quando se sente deprimido, se isola ou melhor se separam das outras pessoas, fica irritado e zangado com os outros, e muitas vezes reclama que ninguém se preocupa e não o entende, o que está acontecendo com ele!
FASE OITO – PERDA CONTROLE DO COMPORTAMENTO.
Nesta fase fica incapaz de controlar ou regular o comportamento pessoal e os horários do dia. Existe ainda uma negação forte e falta de uma consciência de estar fora de controle. Sua vida fica caótica e muitos problemas se criam em todas as áreas da vida e na recuperação. Os sinais de aviso mais comuns nesta fase são:
8.1 — Participação Irregular Nas Reuniões De Tratamento E No A.A/NA
Para de participar do A.A. e começa a perder as consultas marcadas para acompanhamento ou tratamento. Encontra desculpas para justificar isto, e não reconhece a importância de A.A. e do tratamento. Desenvolve uma atitude de que o A.A/NA e o aconselhamento não estão fazendo com que eu me se sinta melhor, porque isto faz sua prioridade numero um? Existem outras coisas mais importantes.
8.2 — Desenvolvimentos De Uma Atitude De Não Tenho Nada Com Isto.
Tenta agir como se não tivesse nada haver com os problemas que estão acontecendo.
Isto é para esconder sentimentos de desesperança, uma crescente falta de auto respeito e
auto confiança.
8.3 — Rejeição Aberta De Ajuda.
Desliga-se das pessoas que podem ajudar. Pode fazer isto tendo ataque de raiva que afastam as pessoas, criticando ou colocando os outros para baixo ou se afastando dos outros tranqüilamente.
8.4 – Falta De Satisfação Com A Vida.
As coisas parecem tão mal que começa a pensar que deveria começar a usar o químico, porque as coisas não podem ficar pior. A vida parece que ficou incontrolável desde que parou de beber.
8.5 — Sentimentos De Impotência E Desesperança.
Tem dificuldade em começar as coisas, tem problema em pensar claramente, em se concentrar, e em pensar abstratamente: sente que não pode fazer nada e começar a acreditar que não há saída.
FASE NOVE – RECONHECIMENTO DA PERDA DE CONTROLE
Sua negação quebra e de súbito reconhece como seus problemas são, como a vida ficou incontrolável e como a pessoa tem pouco poder e controle para resolver qualquer problema. Esta percepção é muito dolorosa e assustadora. Nesta hora está tão sozinho que parece não existir ninguém para pedir ajuda. Os sinais de aviso mais comuns que ocorrem nesta fase são:
9.1 —Auto Piedade.
Começa a sentir pena de si mesmo e pode usar a auto piedade para conseguir atenção no A.A. ou dos membros da família.
9.2 — Pensamentos De Beber Socialmente.
A pessoa acha que beber ou usar drogas iria ajuda-lo a se sentir melhor e começar a achar que podem beber ou usar normalmente e que pode se controlar. Às vezes consegue colocar estes pensamentos para fora de suas mentes, mas às vezes os pensamentos são tão fortes que não pode ser detidos. Pode começar a sentir que beber pode ser a única alternativa e ficar louco ou cometer suicídio. Realmente beber parece uma alternativa sã e racional.
9.3 —Mentiras Conscientes.
Começa a reconhecer as mentiras, negação e desculpas, mas não pode interrompe-la.
9.4 — Perda Completa De Auto Confiança.
Sente-se preso e vencido pela incapacidade de pensar claramente e agir. Este sentimento de impotência lhe causa a crença que é inútil e incompetente. Por isso acredita que não pode lidar com os vários pontos da sua vida.
FASE DEZ – REDUÇÃO DE OPCÕES
Nesta fase a pessoa em recuperação sente-se presa pela dor e pela incapacidade de lidar com a vida. Então parece haver apenas três saídas: insanidade, suicídio ou uso do químico. Não acredita que alguém ou algo possa ajuda-lo. Os sinais de aviso mais comuns nesta fase são:
10.1 — Ressentimentos Insensatos
Sente raiva por causa da incapacidade de comportar-se de maneira que deseja. Às vezes
à raiva é com o mundo em geral às vezes com alguém em particular, e ás vezes consigo
mesmo.
10.2 —Para Todo O Tratamento Profissional e do A.A/NA
Para de assistir reuniões de A.A., se está tomando medicação esquece de toma-lo ou evita deliberadamente de toma-lo. Se um padrinho ou pessoa que ajuda é parte do tratamento, se desenvolve uma tensão e conflito tão fortes, que o relacionamento geralmente acaba. Pode retirar-se do aconselhamento profissional muito embora precisa de ajuda e saiba disto.
10.3 — Esmagadora Solidão, Frustração, Raiva E Tensão.
Se sente totalmente esmagado. Acredita que não existe saída a não ser beber, suicídio ou insanidade. Existe fortes sentimentos de insanidade e sentimentos de desespero.

10.4 —Perda Do Controle Do Comportamento.
Experimenta cada vez mais dificuldades em controlar pensamentos, emoções, julgamentos e comportamentos. Esta progressiva e incapacitante perda de controle começa a causar problemas em todos as áreas de sua vida. Começa a afetar a saúde. Não importa quando tenta reconquistar o controle, é incapaz de consegui-lo.
FASE ONZE – VOLTA AO USO DO QUÍMICO OU COLAPSO FÍSICO E EMOCIONAL.

11.1 — Volta Ao Uso Controlado De químicos
Neste ponto a pessoa está por demais desesperada e se convence que é possível usar com controle. Planeja usar o químico por um curto período de tempo ou de uma maneira controlada. Começa a usar o químico com a melhor das intenções. Acredita não ter outra escolha.
11.2— Vergonha e Culpa.
O uso produz sentimento de vergonha e culpa muito fortes.
Culpa é o sentimento que é causado pelo próprio julgamento de que “Fiz alguma coisa errada” A pessoa recaída recentemente se sente moralmente responsável por ter voltado a usar e acreditar que isto não teria acontecido se fizesse a coisa correta. Vergonha é o sentimento que resulta do próprio julgamento que sou uma pessoa defeituosa. A pessoa em recuperação sente como que sua recaída prova que é sem valor e que pode morrer como um adicto na ativa.
11.3—Perda de Controle
O uso do químico leva aos poucos a perda de controle. Às vezes a perda de controle corre lentamente. Outra perda de controle é muito rápida. A pessoa começa a usar tanto ou mais que antes.
11.4— Problemas de Vida e de Saúde
Começa a experimentar problemas severos com sua vida e saúde. Casamento, trabalho e amizades são prejudicados seriamente. Finalmente sua saúde física sofre e se torna tão doente que precisa de tratamento profissional.



Read more http://kiai.med.br/index.php/plano-de-prevencao-a-recaida-texto-completo-por-terence-gorski/