sábado, 12 de abril de 2014

A ESPERADA RECAÍDA....



Olá meus queridos...
Em primeiro lugar eu agradeço a Deus por estarmos todos bem apesar da problemática que um adicto na ativa trás para toda família...
A sensação que tenho é de que passou um tsunami por aqui, acabando mais uma vez, com alguns sonhos, esperanças, deixando tristeza, frustrações, sentimento de impotência e um enorme vazio, deixados pelas promessas nunca cumpridas como: ''foi a ultima vez'', ''Agora eu vou me tratar'', ''Me da mais uma chance que vou mudar'', ''me perdoe e me de mais um voto de confiança''...Enfim, aquelas famosas frases que já cansamos de ouvir de nosso familiar adicto. Promessas que nunca são cumpridas, não são cumpridas enquanto o adicto não se rende e reconhece que é impotente perante o vício...
Meu familiar adicto, estava a alguns dias sem o uso do crack, um mês e meio, mas não estava em recuperação, estava na ativa como eu comentei em post anterior, não abre mão da bebida.
Na cabeça dele a vida sem a ''cervejinha'' é uma vida sem alegria, uma vida vazia e sem sentido....
Estas foram as palavras dele quando chegou em casa de sua recaída esta madrugada.
Medos, tristezas, desgostos, cansaço físico e mental, é desta maneira que vive a família do adicto quando ele não está em recuperação, eu falo sempre muito sobre recuperação para meus amigos adictos e codependentes, consigo até algumas vezes ajudar algumas pessoas com o pouquinho que sei e tenho aprendido sobre estas doenças, leio livros, assisto palestras, participo de grupos online, sei tudo que é preciso para entrar em recuperação, mas quando chega na minha vez existem algumas coisas que ainda não consigo colocar em prática...(ex: desligamento emocional)
Gostaria de agradecer aos meus amigos do face, leitores e seguidores de meu blog por todas as mensagens de conforto, palavras amigas, me dando forças para não desistir e continuar minha luta.
Mas também quero esclarecer alguns pontos em que algumas pessoas tem me mandam emails e mensagens pelo face perguntando...Percebi que ao postar a palavra ''RECAÍDA'', no Facebook, alguns companheiros, que não conhecem minha historia e não conhecem este blog. pensaram que sou eu a adicta que tive a recaída, porém foi meu familiar que recaiu...
Meus queridos eu sou uma codependente lutando pela minha recuperação diariamente e tenho conseguido alguns progressos desde que descobri que era codependente.
Não sou dependente química, nunca usei drogas em minha vida ( exceto o cigarro).
Conheço um pouco sobre dependência química e codependencia porque pesquiso muito sobre o assunto.
Na minha família existem dois adictos, um deles é minha irmã que se encontra em tratamento em uma comunidade terapêutica.
Pela primeira vez desde que se tornou dependente do Crack, meu familiar adicto realizou um sonho que tinha a muito tempo, trabalhar sozinho. Como já disse várias vezes, a adicção é uma doença incurável, progressiva e fatal, que pode ser estacionada se o adicto se propor e ''quiser'' viver em recuperação. Depende do querer dele. 
Desde que começou a trabalhar sozinho, meu familiar teve duas recaídas, por sua insistência em achar que pode tomar aquela ''cervejinha''gelada depois de um cansativo dia de serviço ( palavras dele). As vezes ele consegue se manter algum tempo sem o uso do Crack, mas a recaída é inevitável.
Enquanto ele não reconhecer que o Álcool para ele é uma droga, pois ele é alcoólatra e drogadicto, ele vai continuar nesta montanha russa, hora estou bem... hora recaio....

Ele não aceita a doença por isso dificulta a vida dele e a nossa.
Ontem ele não foi trabalhar devido a sua recaída, foi chegar hoje de madrugada.
Depois de 15 anos vivendo no olho do furacão, pude perceber como tudo isso prejudicou minha família, principalmente minha filha, que é uma menina depressiva, e está seriamente doente.
Por isso procuro ressaltar sempre, que nós codependentes ficamos tão doentes quanto o adicto, pois deixamos de viver nossas vidas em consequência do uso de droga do ente querido.
É muito difícil ver a pessoa que amamos se matando lentamente em sua frente e você não poder fazer NADA.
Realmente isso tudo cansa, desgasta e acaba com a estrutura de qualquer pessoa que viva com um adicto que não está em recuperação.
Tenho cuidado de mim e de minha filha, não deixo mais que a adicção de meu familiar faça com que eu cometa aquelas insanidades do início, mas ainda dói e sofro com tudo isso. 
É lamentável ver como uma pessoa, inteligente, que poderia ter um futuro brilhante pela frente, ainda insista em persistir neste caminho que infelizmente o final todos conhecemos...(clínica, cadeia ou morte) não necessariamente nesta ordem.
O adicto de minha convivência, não quer perder o emprego, mas precisa ter responsabilidades, deveres e arcar com as consequências de seus erros, não vou ser facilitadora para ele em nada....
A cada dia que passa ele perde mais coisas; a confiança, o respeito, a família, o amor próprio, bens materiais, mas insiste em continuar cavando o poço para ver até onde chega...



Esta doença é terrível, pois tira totalmente o foco de vida e os objetivos do adicto, de um minuto para o outro ele pode perder o que conseguiu com tanto esforço...
Já ressaltei milhões de vezes as qualidades de meu familiar adicto, ele quando está sóbrio, é competente, honesto, esforçado, trabalhador e muito inteligente, tem um coração gigante e ama ajudar o próximo, põe muitos não adictos no bolso.
Mas ele com a droga se transforma em uma pessoa irresponsável e não cumpridora de seus deveres.
Isto é muito triste, pois minha filha e eu sofremos muitas privações devido ao uso de bebidas e drogas dele...Ele não tem controle algum.
Espero que Deus abra a mente dele para que ele possa buscar sua recuperação...
Obrigado a todos meus queridos amigos, principalmente a meu amigo, e minha querida irmã, que passaram por estes momentos comigo, momentos difíceis, momentos que meu familiar estava pelas ruas em sua busca insana pelas drogas... Sozinha eu não conseguiria.
Eu estava me martirizando aqui pensando em que desculpa arrumar pelas insanidades dele, pela falta de responsabilidade que é dele, tentando tapar o sol com a peneira como fiz durante todos estes anos, mas cheguei a conclusão que devo soltar a corda e deixar que ele caia mesmo no fundo do poço...A obrigação com o trabalho é dele e não minha, quem deve se preocupar é ele e não eu, se ele perder o emprego ele mereceu, pois estará colhendo o que plantou.
A única preocupação de minha parte é que ele prejudique terceiros com suas atitudes, esta doença só nos causa decepções. Só quem convive com um adicto na ativa em casa, sabe das nossas dores, angústias e vergonha alheia...
As pessoas de fora não vão enxerga-lo como um doente que precisa se tratar e sim como um ''Drogado'' irresponsável....
Não posso culpa-los por não entender a doença, pois as vezes até a família não tem preparo psicológico para saber como lidar com a situação.
Não consegui responder os emails e as mensagens do Facebook pois neste momento procuro dar uma atenção especial para minha filha que esta com depressão profunda e gravida de 7 meses...
Tenho que mante-la sob vigilância constante, todo cuidado é pouco, pois a depressão é outra grave doença que pode levar a sérias consequências...
Quando ele começou a trabalhar sozinho, foi com o objetivo de nos desligarmos um pouco, deixar que ele andasse com suas própria pernas, trabalhasse, criasse responsabilidade, e eu pudesse ter um tempo de descanso  com minha filha e ajudar minha mãe com o problema de adicção de minha irmã, não queria trazer problemas para minha família, por isso sempre vivemos isoladas de tudo e de todos, pois por onde passamos as pessoas acabam se afastando de nós, alguns por preconceito, outros por serem diretamente afetados pelo comportamento dele quando está na ativa, ou por qualquer outro motivo relacionado a adicção ou codependencia..
Sempre carreguei este fardo nas costas, os problemas não são meus, são dele e ele precisa sofrer perdas para realmente ''QUERER''entrar em recuperação.
A cada recaída a gente se afasta cada vez mais, minha filha adoece cada vez mais, as perdas vão gradativamente aumentando, ele já perdeu muito do que tinha, e vou ter que ter cada vez mais força , até o dia que eu finalmente consiga dar um BASTA em tudo isso.
Não é justo que pelo egoísmo de uma única pessoa, em querer viver a vida em função do seu prazer, que se destrua o resto da família...
Não é justo que se ele insistir em trilhar este caminho tortuoso, insistir continuar vivendo na ''ativa'', não se render e entrar em recuperação, eu fique ao seu lado. 
Depende única e exclusivamente de mim a decisão de continuar neste sofrimento, ou soltar a corda e mudar tudo em minha vida, sei que minha felicidade depende única e exclusivamente de mim, pode e nem deve estar condicionada a ninguém, e são minhas escolhas que determinam se vou ser feliz ou não.

Até hoje ainda não encontrei forças e nem me sinto preparada para deixar meu familiar adicto.
Acredito que se estou aqui até hoje, foi por permissão de Deus com propósito na vida dele, ou na minha, mas acredito que tem um tempo para todas as coisas, a bíblia diz que:''Há tempo para sorrir , tempo para chorar''..., e o meu tempo de sorrir está cada dia que passa mais próximo de chegar...Tenho fé no meu Deus...

AMO TODOS VOCÊS INCONDICIONALMENTE...

13 comentários:

  1. LU, TE SIGO NO BLOG, E É IMPRESSIONANTE COMO ME IDENTIFICO COM VC, MEU MARIDO HA 13 ANOS TBM LUTO ELE SAIU DE UMA CLINICA EM DEZ/2013 CUMPRIU ESSA E A 4 INTERNAÇAO DEPOIS DISSO ELE PAROU DEFINITIVAMENTE C O ALCOOL, MAS MESMO ASSIM 3 RECAIDAS, TODO ESSE SENTIMENTO DE VERGONHA DESANIMO SINTO TUDO ISSO, A FAMILIA DELE NEM DA BOLA MAIS AQPESAR DELE TRABALHAR C O PAI.... ELES ME OLHAM TORTO PQ DIZEM Q ELE TA ASSIM PORQUE NUNCA MANDEI ELE EMBORA PQ TENHO Q ME SEPARAR DELE... E O ENGRAÇADO Q JA FIZ ISSO COLOQUEI A MALA DELE P FORA C TUDO EM JAN/2013
    ... FICOU 3 MESES NA RUA.... PIOROU AINDA MAIS.. MAS FOI P UMA CLINICA FECHADA.. VOLTOU BEM.... CONSEGUIU FICAR SEM O ALCOOL POR ENQUANTO.. MAS O CRACK... AFFF TE ENVIO TODAS AS VIBRAÇOES POSITIVAS... VC E ILUMINADA... PODE TER CERTEZA Q COLHERA TUDO DE BOM Q FAZ... ENVIO MUITA LUZ A SUA FILHA E AO NENEM .. DEUS VAI E ESTA ENVIANDO OS ANJOS DA GUARDA EM SEU LAR MINHA IRMA.. TUDO DARA CERTO ... E VCS AINDA SERAO MUITO FELIZES VIU.. CONFIE SEMPRE NAO DESANIMA.. SEJA LA QUAL FOR SUA DECISAO FUTURA... FICA C DEUS....
    Senhor, no silêncio deste dia que amanhece, venho pedir-te a paz, a sabedoria, a força. Quero ver hoje o mundo com os olhos cheio de amor, ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Ver além das aparências teus filhos como Tu mesmo os vês e assim, não ver senão o bem de cada um.Cerra meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade.Que só de benção se encha meu espírito. Que todos os que a mim se achegarem sinta a Tua presença. Reveste-me de Tua beleza, Senhor, e que no decurso deste dia eu Te revele a todos.Senhor, tu podes todas as coisas.Tu podes conceder-me a Graça que tanto almejo.Cria Senhor às possibilidades para a realização do meu desejo,Em nome de Jesus que assim seja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelas palavras minha querida...Bom saber que não estou sozinha, sem vcs eu não conseguiria.

      Excluir
    2. Força amiga estámos no mesmo barco que Deus nos de misericordia e paciencia!

      Excluir
  2. Lu como te disse minha historia e muito parecida com a sua , meu marido também esta trabalhando faz 1 mes o serviço e otimo e vejo que ele esta feliz, no de folga dele usou o crack foi correndo busca-lo para que ele não falta-se no emprego! e sei que isso e um erro muito grande fora que todos os dias o encontro na saida do emprego dele ,todos os dias ele faz o uso da maconha. Bom Lu o que sei que se ele perder este emprego ,eu acho que terei a coragem que nunca tive em 16 anos de abandona-lo , pois e o que nosso filho de 14 anos disse "Pai aproveita que esta e a sua ultima chance .....Vou apoiar meu filho Lu amanha e domingo nos vamos tentar ir nesta reuniao da igreja universal as 15:00 em todas as igrejas reuniao contra o espirito do crack Dizem que e muito bom Lu eu não gosto muito de lá , mais vou amanha com meu marido , vai também lu eu vou horar pelo meu marido e pelo seu .......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amiga querida!!! Ore por nós.

      Excluir
    2. Ola eu me casei com um dependente químico em cocaína temos uma filha de 09 meses ele ja se enternou e depois voltou ja se separamos varias vezes mais ele volta dizendo que me ama que vai fazer pela nossa filha mais vejo que ele não se libertou sofro muito ja não sei mais oque faço

      Excluir
  3. Mulher guerreira...Tenho acompanhado sua luta e sei como não é facil, mas acredito que pela sua perseverança Deus te dará a vitória. Voce é um anjo, quem dera todos os adictos tivessem um anjo como vc ao lado para ajudar, sua vida é abençoada pois vc ajuda muitos partilhando sua história. Admiro demais a pessoa maravilhosa que vc é.

    ResponderExcluir
  4. meu DEUS, lendo todos esses comentários, vi minha história escrita, me senti aliviada ou feliz. sei la que sentimento!! Por saber que eu n estou sozinha, que a história se repete e se repete.. teve alguns momentos da minha vida que pensei que era so eu!! Que tinha feito algo muito horrível, muito cabeludo pra viver tudo o que eu ja vivi, sou casada ha 15 anos, e estamos juntos ha 17anos, n temos filhos ( sou estéril) n dependendo dele financeiramente, mas me vejo entrelaçada com ele em todos os sentidos, a família dele tem uma marcenaria, aonde ele trabalha la a vida inteira, eramos pra estar muito bem de vida, mas as "recaídas" o fazem perder tudo, sempre qdo conquistamos algo (demoramos um tempo p/ conquistar e pagar) de repente ele consegue num curto espaço de tempo perder aquilo que demoramos para conquistar, ja paguei contas dele, enfim.. irresponsabilidades, mas nunca procurei ajuda pq tinha vergonha, eu tenho ainda vergonha, isso ta sendo trabalhado em mim, eu tenho vergonha de assumir para família, para a sociedade que ele é um DQ, ele usa cacáina, passou 2 anos e 3 meses sem usar, mas de repente de fevereiro pra cá, tem usado pelo menos uma x por semana, ele some, n atende o cel, n sei por onde anda, passa a noite toda fora de casa, e no outro dia la pelas 5, 6 hrs da manha, ele chega chorando, pedindo pra ajuda-lo, pra n larga-lo enfim toda a novela.. e eu? eu xingo, brigo, e tal, mas depois meu coração amolece e acredito que finalmente será a ultima x!! Isso vem acontecendo a 2 meses consecutivos, em intervalos curtos de uma semana , uma semana e meia.. por ai!! Fui ao amor exigente aqui da minha cidade, ele foi comigo, vamos a um psiquiatra que me informaram que ele passa uns remedios que aliviam a vontade , um deles é o UNINALTREX, vamos pegar firme com DEUS (eu sou crente gente, e ele tbem diz que é!!!! hahahaha é pra rir ou pra chorar...) nao to deixando dinheiro com ele, nem carro, nem cartão nada, largo ele n marcenaria cedo, pra trabalhar, é do lado da casa da mae dele, então tem tudo o que precisa lá... e so volto na hr que eu largo o meu serviço... e assim vamos caminhando, mas se n der certo, vai ser internado sim.. querendo ou n querendo!!! Grande abraço.. companheiras que a gente consiga vencer essa batalha!! Amém

    ResponderExcluir
  5. Esta oração é um Ícone de NARCÓTICOS ANÓNIMOS como o programa desta Irmandade que é modelo de Recuperação em mais de 161 países!

    ResponderExcluir
  6. Como é dificil, criar um filho, ver ele crescer, constituir familia, ter um bom emprego, pensar que está tudo bem, e um dia, um simples telefonema, vc. corre, e o que vê, seu mundo cair, em ver seu filho amado, drogado, e sua familia, esposa, filhos, sem saber o que fazer, nunca, havia visto tanta tristeza em minha vida, meu mundo e dos meus outros 2 filhos desabou, mais não desistimos dele, hoje vivemos uma luta constante, nas recaidas, conseguimos com que ele frequente a NA, hoje somos codependentes, vivemos por ele e por minhas netas, ele consegue se manter limpo, por um tempo, mais a depressão de estar desempregado,é um perigo, já perdemos tudo de bens materiais, mais o importante que temos ele vivo e lutando, sei que o caminho é longo, mais com FORÇA, FÉ,FOCO, e força do poder Superior, SPH, TMJ

    ResponderExcluir
  7. tenho acompanhado de perto a luta das famílias para ajudar o dependente quimico. Muita das vezes essas erram tentando acertar. O adicto precisa arcar com as consequencias de suas escolhas..... Só assim a dor, o sentimento de derrota o levará até a essencial rendição! É comum ver familias " limpando " o rastro de destruição que o adicto deixa por onde passa. Isso só cria pro adicto uma zona de conforto, uma vez que é comodo destruir tudo sabendo que minha familia vai lá e concerta por mim......
    Sou um grande admirador do trabalho dos grupos de auto ajuda para o codependente. É lamentável que pouquissimas familia se ddem ao trablaho de procurar essa ao necessária ajuda.
    Querida Luciana meus sinceros votos de coragem e determinação para você.
    Obrigado por trazer a mensagem da tão (ainda) desconhecida codependencia

    ResponderExcluir
  8. Estou vivendo a mesma coisa que todos mais no meu caso ele é meu amigo a família não quer mais saber dele .....As vezes me sinto perdida pois não sei como lidar com ele ..

    ResponderExcluir
  9. Sou casada com uma pessoa que usa cocaína ja não sei mais oque faço não tenho trabalho tenho uma filha pequena ele tira as coisas para vender não bota comida dentro de casa não aguento mais essa situação

    ResponderExcluir